Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Complicou! Lei do ex entra em ação e Schalke leva virada do Manchester City no fim do jogo na Alemanha

No duelo considerado o mais desequilibrado das oitavas de final da Champions League, o Schalke recebeu o Manchester City em Gelsenkirchen, na Alemanha, e levou a virada nos minutos finais da partida: 3 a 2 para os ingleses, com direito a gol de Leroy Sané, atacante revelado no próprio time alemão.

O resultado obriga os Azuis-Reais a vencer por, pelo menos, dois gols de diferença na Inglaterra. Ou seja, a situação ficou bastante complicada para os germânicos.


Mesmo jogando em casa, o Schalke respeitou demais o City nos primeiros movimentos e praticamente não conseguiu jogar até os 18 minutos, quando os visitantes saíram na frente. O goleiro Fährmann deu passe curto para Salif Sané na área, David Silva roubou a bola e só rolou para Agüero marcar com o gol vazio.

Depois de sair atrás do marcador, os alemães acordaram no duelo, passaram a manter mais a posse de bola e ameaçaram um pouco mais a meta dos ingleses.

Aos 32 minutos, Caligiuri arriscou de fora e o zagueiro Otamendi colocou a mão na bola. Depois de passar alguns minutos consultando o VAR, o árbitro marcou a penalidade - o argelino Nabil Bentaleb bateu com categoria e empatou o jogo.


Pouco antes do intervalo, Fernandinho derrubou Sané na área após falta levantada na área e o juiz marcou outro pênalti para os Azuis-Reais. Bentaleb foi para a cobrança novamente e balançou as redes, virando o marcador na Veltins Arena.

A título de curiosidade, Bentaleb já bate 14 pênaltis - contando com os dois desse jogo - desde quando chegou ao Schalke, em 2016, convertendo todos eles.

Satisfeito com o placar a seu favor, a equipe alemã recuou demais na etapa final, chamando o Manchester City para o seu campo de defesa. Os visitantes chegaram perto do empate em finalizações perigosas de Bernardo Silva, Kevin de Bruyne e Agüero.

Aos 23 minutos, Otamendi cometeu falta em Burgstaller no meio de campo e foi expulso, deixando os Citizens com um a menos. O Schalke não aproveitou a vantagem numérica e seguiu sem assustar o gol do goleiro Ederson.

Pior do que isso, os donos da casa levaram o empate aos 40 minutos. O atacante Leroy Sané, revelado no próprio Schalke, bateu falta com categoria e colocou a bola no ângulo de Fährmann. Um golaço para empatar o jogo, sem comemorar o tento.


É a lei do ex entrando em campo na Champions League. E Sané começou o duelo no banco de reservas, entrando no decorrer do segundo tempo na vaga de Agüero.

Nos acréscimos, com o Schalke abalado por ter levado o empate, Sterling foi lançado em velocidade na direita, ganhou de Oczipka no jogo de corpo e tocou na saída do arqueiro do Schalke, virando o confronto e definindo a vitória do City.

Nenhum comentário