Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Técnico do Werder Bremen se demite por supostamente falsificar seu certificado de vacinação contra Covid

O Werder Bremen, que atualmente disputa a 2.Bundesliga, apesar de ser bastante tradicional na Alemanha, ficou sem técnico neste sábado (20), horas antes do importante jogo diante do Schalke, válido pela 14ª rodada da segunda divisão.

Markus Anfang pediu demissão do cargo depois que as autoridades fiscais da Alemanha abriram uma investigação por suspeita de falsificação do seu certificado de vacinação contra Covid-19.

Anfang negou as acusações e justificou o que motivou essa sua decisão de deixar os Papagaios. "Tendo em conta a pressão que pode recair sobre o clube e a equipe, e também sobre mim e a minha família, tomei a decisão de me demitir do cargo", afirmou o técnico em comunicado oficial.

Além do técnico, o seu assistente Florian Junge também pediu demissão por igualmente ser investigado de falsificar o certificado de vacinação. O Werder confirmou a saída de ambos em postagem nas redes sociais.

"Markus e Florian mostraram responsabilidade com a sua decisão, diante da intranquilidade que se instalou no clube nas últimas semanas", afirmou o diretor administrativo do Bremen, Frank Baumann.

O problema começou quando Marco Friedl, zagueiro do time, testou positivo para o novo coronavírus. O técnico Markus Anfang teve que apresentar seu certificado de vacinação à unidade de saúde, que suspeitou da sua autenticidade e apresentou denúncia às autoridades.

O técnico deixou claro que se vacinou e digitalizou o seu certificado numa farmácia, o que, inclusive, é uma prática comum na Alemanha.

Fora do Werder Bremen, Markus Anfang e Florian Junge ainda não escaparam de sofrer sanções civis, já que foram apresentadas acusações criminais e ambos serão investigados pelo Ministério Público alemão 

Nenhum comentário