Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Ex-atacante faz grave acusação e revela que era obrigado a se dopar em time da Bundesliga

O ex-jogador Garra Dembélé, francês de nascimento e que jogava pela seleção de Mali, fez graves acusações em um documentário produzido pelo jornal francês "L’Équipe" sobre doping no futebol.

Na produção, o malinês fez revelações bombásticas contra o Freiburg, clube alemão pelo qual atuou entre 2011 e 2013, na primeira divisão da Bundesliga.

Sem papas na língua, Dembélé, que atualmente está com 35 anos de idade, disse que era obrigado a se dopar.

"Chegava ao fim do treino e tinha uma caixa com o meu número, tinha que tomar 10 comprimidos que nem sabia o que eram. Não tinha jeito, porque eles ameaçavam nos multar", contou.

"Essas substâncias não eram permitidas na Alemanha. Eu tomava drogas, eram provavelmente hormônios, não sei… Toda vez que ia para o exame antidoping, urinava e não aparecia nada. Não havia rastro do que eu estava tomando", completou.

Atacante de ofício quando atuava, o atleta revelou que já era dopado antes de chegar à Alemanha. Durante sua passagem pela Bulgária – ele jogou em 2010 no Lokomotiv Plovdiv e em 2011 no Levski Sofia -, Dembélé disse que costumava tomar misturas duvidosas.

"Na Bulgária, depois dos jogos da Liga Europa ou do campeonato local, a gente tomava infusões com produtos que nem fazia ideia do que eram. Isso a cada três dias", lembrou.

"A única coisa que posso garantir é que quando assinei pelo clube alemão havia produtos em meu corpo que não eram permitidos. Na verdade, eu estava dopado quando cheguei na Alemanha. Eu tinha hormônios em mim", concluiu.

Garra Dembélé está aposentado desde 2017,  quando defendia o Solothurn, da Suíça.


Tags: Bundesliga, Freiburg, Campeonato Alemão, Futebol Alemão, Alemanha, Garra Dembélé, Doping

Nenhum comentário