Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Schweinsteiger faz dura crítica sobre decisão de Joachim Löw: "É um mistério para mim"

Aposentado dos gramados desde 2019, Bastian Schweinsteiger será comentarista nos jogos da seleção alemã na Euro 2020 pela rede de TV ARD. Será o primeiro trabalho do ex-jogador numa emissora.

+ Confira a agenda de jogos completa da seleção da Alemanha

Em entrevista ao "SportBild", Basti avaliou as voltas de Mats Hummels e Thomas Müller ao elenco. "Isso foi, definitivamente, um acerto de Joachim Löw"

Schweinsteger, no entanto, fez duras críticas ao treinador da Mannschaft quando abordou a ausência do zagueiro Jerome Boateng na lista de convocados da Eurocopa. Vale destacar que Löw admitiu que pensou em chamar o defensor do Bayern, mas preferiu deixá-lo de fora.

"Pessoalmente, é um mistério para mim. Até porque Boateng não foi chamado. Ele desempenhou um papel importante na temporada de seis títulos do Bayern e também neste último campeonato. Se eu passar pelos defensores da temporada passada, Jerome foi o melhor jogador da Bundesliga para mim".

Ainda segundo Schweinsteiger, os jogadores da Alemanha deverão ter um bom desempenho na Euro por conta das recentes apresentações ruins.

"Agora a equipe precisa ter uma mentalidade mais importante. Não só por causa da saída do treinador, mas também por causa da fraca Copa do Mundo de 2018, por causa dos jogos ruins contra Espanha ou Macedônia do Norte, por exemplo. Deve haver uma sacudida na equipe".

Joachim Löw deixa o comando da seleção alemã logo após a Eurocopa. Quem assume o cargo é Hansi Flick.

2 comentários:

  1. Tive oportunidade de acompanhar o amistoso Alemanha-Dinamarca... Meu Deus que "pelada"! A Dinamarca uma seleção fraca! A "Tetra mundial", com talvez dois ou no máximo 3 atletas que eventualmente jogariam em um dos 10(12) grandes times do Brasil. Boa parte do elenco jogaria tranquilo na série "B"! Se não vejamos, no jogo: 13', Müller de cabeça, minha sogra faria o gol, 27' Sané, isolou, pegou na canela, lá pelos 30-35' bola lançada na área, cruzada, rasteira (finalmente bem colocada, difícil pra zaga adversária), mas uma dificuldade da "alemãozada", perna dura, de dar aquele "toquinho alá Romário" pra tirar do goleiro (inapelável), mas não a bola passou por todo mundo e saiu a linha de fundo... Depois, pra ser justo, um lance de alguma categoria de um tal Gnabry (é alemão?) aos 43' e só! No tempo 2, gol logo no começo, mas vamos combinar, gol de treino ou de pelada (casados x solteiros), pouparei de descrever o lance é só ver com mais cautela por aquela câmera (salvadora e que não engana) atrás do gol (normalmente no replay) e pra finalizar, o gol de "Dinamáquina", bola lançada atrás da linha burra, o atacante sozinho na cara do goleiro, ainda pegou meio errado na bola (ver no replay) e o Hummels com seus quase 40, tentando desesperado interceptar de alguma forma (mais sozinho), os "meninos" com aquela mãozinha na cintura olhando o lance (isto é igual em todo lugar)(alcinha de bulê de chá, manjam?). E pra finzlizar o "Schwe", já de cabelos brancos (aquele mesmo que deu um soco na bola dentro da grande área na semi do Euro 16, já´que a França não conseguia fazer o gol... Pedindo Boateng pra zaga, na atual condição física e técnica dele, pesando uns 100kg, mais lento que caminhão na subida... Daria uma zaga espetacular com o Hummels na Euro, para os adversários! É o futebol alemão está mortinho da silva (infelizmente), dentro e fora das quatro linhas, pois o substituto do Löw, será o Flick, assistente técnico por carreira e que teve um único trabalho como técnico junto ao poderoso (e isto explica) Bayern! É uma lástima. A Mannschaft ficará muito tempo sem títulos novos, passará por muitos vexames (Letônia... e depois, mais a sério, França, aí não quero nem ver o sacode, depois Portugal, só o Ronaldo fará estragos, Ronaldo x Hummels, Ginter, Süle, ... hummmm. Complicado. Pra quem torce pra Alemanha, se prepare para a zoação (da braba), pois a maré virou, acho que acabou a grana, boa parte do staff tá na cadeia e pelo jeito sobrou só a bola como amiga e aí... Quem resolvia (e resolveram, 54, 74, 90 e 14(?)(esta, bem suspeita heim?), não joga mais! Salvem a Alemanha!

    ResponderExcluir
  2. Complementando, por sinal Alemanha-Dinamarca no sub21, praticamente só o futebol força, sem muita criatividade, chutes da intermediária e bolas alçadas na área, aquele jogo de imposição física, sem muita qualidade. A Dinamarca atacou menos mais teve lances de mais perigo e de maior técnica (teve uma tabelinha que a bola correu um pouco, se não seria um golaço, alá futebol brasileiro!). O penalti que o zagueiro alemão cometeu foi de uma infantilidade e falta de condição técnica incrível para um jogador de seleção, ainda que sub alguma coisa! A Alemanha está com dificuldades de reposição e esta Sub21 é um retrato disto (mas mesmo na seleção principal atual e ainda em 2014 e antes até, já presente), ou seja. se vale a DFB de muitos jovens futebolistas "alemães" de origens variadas, mormente do leste europeu e alguns de outras partes do mundo. França e Inglaterra se prevalecem a séculos de tal possibilidade, mas tem a "desculpa" das colônias, onde outros dois exemplos podem ser igualmente citados: Holanda e Portugal. Em relação ao que a Alemanha adota hoje, por pura falta de material local, também é usado por outras Federações, como Suiça e Bélgica por exemplo (usam bem) e mais recentemente tal prática adentrou ao leste europeu (antes vedado) como Polônia e Rússia (na copa 18, até um "russoleiro" apareceu... só não cantava o hino, mas não pelos mesmos motivos que alguns jogadores "franceses" o fazem na marselhesa (o que é um crime afinal, não cantá-la, eu cantaria mesmo não sendo francês...), ele não sabia a letra mesmo... Enfim, assim como o futebol europeu em geral, a Alemanha, apesar de sua pujança afinal como país, está cada vez mais dependente dos "estranja" para manter o futebol vivo por lá (em termos de clubes, mais tranquilo, basta grana, quanto a seleções, aí tem que dar um jeitinho, que não é o brasileiro, mas serve também!). Perguntem aos norte-americanos (USA) como se faz, se não temos um da terra nato, que resolva, importamos e damos o "green card" pro bom de fora e pronto, mais uma medalha no peito! Assim fica fácil...

    ResponderExcluir