Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Hoffenheim se agiganta, goleia, impõe 1ª derrota ao Bayern em 2020 e lidera a Bundesliga

A pergunta "quem será capaz de parar o Bayern de Munique?" foi respondida neste domingo, na 2ª rodada da Bundesliga. Com uma defesa consistente e um ataque extremamente veloz, o Hoffenheim se agigantou diante da sua torcida e goleou por 4 a 1.

O placar levou o Hoffe aos seis pontos, na liderança da Bundesliga pelo saldo de gols. O Augsburg também tem seis pontos. O Bayern ficou com três.

Foi o primeiro revés do atual octacampeão no ano de 2020, contando todas as competições. A última derrota havia acontecido no dia 7 de dezembro de 2019, ainda no primeiro turno da temporada passada, diante do Borussia M'gladbach. Eram 23 vitórias seguidas e 32 jogos de invencibilidade no total.

Pensando na final da Supercopa da Alemanha contra o Borussia Dortmund no meio da semana, o técnico Hansi Flick resolveu dar descanso a Lewandowski, Goretzka e Süle, que começaram o jogo no banco de reservas - os dois primeiros entraram no segundo tempo.

A estratégia do Hoffenheim no primeiro tempo foi bem clara: entregar a bola para o Bayern, se fechar bem na defesa e tentar roubar no campo de ataque ou sair em contra-golpe. Tanto que os Bávaros tiveram 75% de posse. E deu certo.

O primeiro gol dos anfitriões, no entanto, saiu em batida de escanteio. Aos 16 minutos, o zagueiro Bicakcic subiu mais alto na área e marcou de cabeça.

Aos 24, o Hoffe ampliou o marcador em rápida ação ofensiva. Pavard tentou o corte para trás e deu nos pés de Dabbur, que avançou livre e deu um belo toque por cima de Manuel Neuer.

Os visitantes passaram a pressionar demais os donos da casa e diminuíram aos 36 minutos, com um belo gol de Kimmich, que colocou a bola no ângulo de Baumann.

Na sua proposta, o Hoffenheim seguiu causando muitos problemas à defesa rival e exigindo boas defesas de Neuer. Em uma dessas intervenções do goleiro bávaro, a bola explodiu no travessão. A finalização foi de Kramaric.

O duelo seguiu na mesma toada durante o segundo tempo. Dabbur chegou a ter duas chances incríveis para marcar o terceiro, mas errou na finalização.

O jovem centroavante Zirkzee, apagado no primeiro tempo, quase empatou num chute forte de esquerda, mas a bola bateu no travessão. E foi a sua última ação na partida. Robert Lewandowski entrou em seu lugar aos 12 minutos.

O Bayern continuou ocupando seu campo de ataque, mas não conseguiu penetrar na área adversária. Lewa mal tocava na bola.

Aos 31 minutos, em um chutão do goleiro Baumann para o ataque, a bola sobrou para Bebou, que deu bom passe para Kramaric dominar e finalizar no cantinho de Neuer, marcando o terceiro do Hoffenheim.

Kramaric perdeu outras duas chances claríssimas na reta final do duelo. Só não desperdiçou a penalidade, aos 46 minutos. Bebou saiu em rápido contra-ataque, passou por Kimmich, passou por Alaba e foi derrubado por Neuer na área. Kramaric bateu e fez o quarto, fechando o placar.

Um comentário: