Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Tradicional relógio no estádio do Hamburgo será desmontado: "Olhar no retrovisor não nos ajuda"

Desde 2001, o relógio localizado nas arquibancadas do Volksparkstadion era o símbolo de grandeza do Hamburgo, marcando os anos, dias, horas, minutos e segundos do único clube a estar presente em todas as temporadas da primeira divisão da Bundesliga.

Mas no ano passado, no mês de maio, a contagem parou exatamente em 54 anos e 261 dias. Foi o dia do rebaixamento do HSV à segunda divisão.

Na temporada passada, o relógio permaneceu no estádio, mas passou a marcar os anos desde a fundação do clube, que aconteceu em setembro de 1887.


Agora, porém, o relógio será desmontado de vez. O presidente Bernd Hoffmann confirmou ao Bild. "Já havíamos decidido tirar o relógio desde o final da temporada passada. Queremos nos alinhar ao futuro. E olhar constante no retrovisor não nos ajuda", disse.

A retirada do relógio do Volksparkstadion deve acontecer após o dia 8 de julho deste ano.

Em 2001, a empresa HEW (agora Vattenfall), que era uma das patrocinadoras do Hamburgo, doou o relógio para o estádio. E por muitos anos foi motivo de orgulho dos torcedores, já que o HSV era o único clube presente em todas as edições da Bundesliga, desde 1963.

Já em 2012, o relógio quebrou e, ao invés de o clube providenciar o conserto, a diretoria resolveu trocar por um modelo mais novo, aprovado pelos fãs via pesquisa, que custou 30 mil euros e foi inaugurado no começo da temporada 2013/2014, ainda marcando o tempo do time na elite.

O Hamburgo disputará a segunda divisão na temporada 2019/2020 mais uma vez, já que não conseguiu o acesso à primeira divisão no campeonato passado, ficando na quarta colocação.

Um comentário:

  1. Espero que implodam essa merda de relógio...e olhem para o futuro tbm na montagem do time, pq foi vegonhosa essa temporada...espero que parem de jogar dinheiro fora e montem um time descente, de elite de bundesliga....

    ResponderExcluir