Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Virou passeio! Alemanha atropela a Estônia, enfia 8 a 0 e mantém 100% nas Eliminatórias da Euro 2020

Em ritmo de treino, a Alemanha atropelou a Estônia nesta terça-feira, na cidade de Mainz, e chegou aos nove pontos dentro do grupo C das Eliminatórias da Euro 2020, com 100% de aproveitamento. O placar final foi 8 a 0.

A Irlanda do Norte lidera a chave com 12 pontos, mas com um jogo a mais.

A Mannschaft volta a campo apenas em setembro para fazer mais dois jogos pelo torneio de qualificação à Eurocopa. No dia 6 de setembro, a equipe encara a Holanda, em Hamburgo; três dias depois, o desafio é diante da Irlanda do Norte, fora de casa.

Confira a agenda completa de jogos da Alemanha

O time que entrou em campo contra os estonianos foi esse: Neuer, Kehrer, Ginter, Süle e Schulz; Kimmich, Goretzka e Gündogan; Reus, Gnabry e Sané. No segundo tempo entraram Draxler, Timo Werner e Halstenberg.

Nos números finais, a Alemanha terminou a partida com impressionantes 82% de posse de bola e 27 finalizações, contra apenas 4 da Estônia. Manuel Neuer só fez duas defesas, ambas em chutes de fora e no centro do gol.


E o primeiro gol saiu cedo, logo aos nove minutos. Kehrer foi lançado na direita e cruzou de primeira para Marco Reus, que, também de primeira e livre de marcação, estufou as redes para abrir o marcador. No minuto seguinte, Goretzka quase ampliou, parando em defesa do goleiro Lepmets.

Aos 17, Gündogan deu belo passe para Sané, que dominou e deixou Gnabry na boa para fazer o segundo, já dentro da pequena área. Três minutos mais tarde, Kimmich cruzou na medida e Goretzka anotou o terceiro, de cabeça.


O quarto tento foi de Gündogan, de pênalti sofrido por Goretzka, cometido por Tamm. E aos 37 minutos da etapa inicial, Reus deixou sua marca mais uma vez após batida de falta perfeita.

E Reus ainda colocou uma bola no travessão.

O passeio continuou no segundo tempo, mesmo tirando o pé do acelerador. Em jogada de Draxler com Halstenberg, que entraram na etapa final, a bola chegou em Gnabry, que não teve dificuldades para fazer o sexto gol.

Sané chegou a balançar as redes na sequência, mas a arbitragem anulou o lance por impedimento do atacante. O mesmo Sané quase marcou os 28 minutos numa bela finalização colocada, no canto, mas o goleiro Lepmets fez bela defesa.

Timo Werner perdeu uma chance claríssima aos 34 minutos, parando em defesa do arqueiro rival, mas não desperdiçou a nova oportunidade no lance seguinte. Ele aproveitou enfiada de bola de Draxler e tocou por cima de Lepmets, sétimo gol alemão.

Sané teve outro gol anulado - dessa vez por impedimento de Gnabry no lance -, mas conseguiu deixar sua marca aos 43 minutos, recebendo de Draxler e colocando no canto para marcar o oitavo gol da Mannschaft e fechar o placar.





7 comentários:

  1. Sem dúvida o Reus dá outro ritmo à esse time. É impressionante como ele domina o jogo e faz as coisas acontecerem na Mannschaft. O resto do time foi bem também.

    ResponderExcluir
  2. Poderia ter sido 10 facilmente...agora vamos ver diante da Holanda e irlanda do norte e depois no amistoso contra os argentinos... espero que a Alemanha volte a jogar aquele belo futebol de anos atrás qdo goi campeã no Brasil...elenco tem de sobra.

    Herzlichen glückwunsch

    ResponderExcluir
  3. Esse Marco Reus é um príncipe. Sempre sendo decisivo. Espero que ele tenha cada vez mais espaço na seleção.

    ResponderExcluir
  4. Fim de temporada e marco reus consolida sua excelente temporada. A alemanha vai muito longe se o reus não se lesionar. E que jogador é joshua kimmich. Melhor lateral direito do mundo no bayern e um baita meio campista na seleção.

    ResponderExcluir