Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Müller se diz perplexo com decisão de Löw e avisa que poderia seguir jogando em alto nível na seleção

O meia-atacante Thomas Müller usou suas redes sociais para comentar a decisão do técnico Joachim Löw em não convocá-lo mais para seleção alemã juntamente com Hummels e Boateng, seus companheiros de Bayern de Munique.

Leia também: Bayern fala sobre Hummels, Boateng e Müller e se diz "irritado" com Löw

Na opinião de Müller, que está com 29 anos de idade, ele poderia ajudar a Mannschaft no futuro, assim como os dois zagueiros.


Confira alguns trechos:

Olá, pessoal! Dormi mal nesta noite até os eventos serem digeridos. Claro que também fiquei perplexo com a decisão repentina do treinador da seleção alemã.

Um técnico de um time nacional tem que tomar decisões esportivas, absolutamente. Eu nem questiono isso. No entanto, quanto mais eu penso sobre isso, a maneira como a coisa toda foi conduzida, fico doido.

Acima de tudo, não entendo a finalidade sugerida da decisão. Hummels, Boateng e eu ainda somos capazes de jogar futebol em alto nível. Juntamente com a seleção, tivemos uma carreira longa, intensiva e principalmente bem sucedida nos últimos anos.

E agora para vocês, queridos fãs: Eu sempre tive orgulho de usar a camisa da seleção, sempre dei tudo. Quero agradecer pelo seu enorme apoio. Foi uma jornada incrível com meus 100 jogos internacionais e ótimas experiências juntos.

Quem me conhece sabe que eu sou um lutador, vou olhar para frente. Agora temos uma temporada muito importante com o Bayern, na qual jogamos para conquistar três títulos. E nesse sentido, eu quero dizer: o jogo ainda não acabou!

E o vídeo:

Nenhum comentário