Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Dortmund passa pelo Monaco e segue 100% na Champions; Schalke vence na Rússia com gol no fim

Líder da Bundesliga, o Borussia Dortmund deu sequência ao seu bom momento na temporada e venceu o Monaco por 3 a 0 pela segunda rodada da Liga dos Campeões, em casa. Os aurinegros seguem com 100% de aproveitamento e seis pontos na ponta da chave A, ao lado do Atlético de Madri - mas o time alemão tem saldo de gols melhor.

Como Monaco e Brugge ainda não pontuaram, o BVB está bem perto de garantir vaga nas oitavas de final.

 Cursos online - alemão, trading esportivo e renda extra

A etapa inicial no Signal Iduna Park foi bastante equilibrada. O Dortmund teve uma boa chance com Paco Alcácer, que finalizou raspando a trave, e depois com Wolf, parando em excelente defesa do goleiro Benaglio, no cantinho.

Lá atrás, o goleiro Bürki trabalhou bem em chute de Tielemans, no ângulo.

O segundo tempo foi totalmente diferente, com os anfitriões tomando conta do duelo. E o primeiro gol saiu no começo, aos seis minutos: Jadon Sancho deu passe preciso para Bruun Larsen só tocar por baixo do arqueiro Subasic, que substituiu o lesionado Benaglio.


Aos 24, Paco Alcácer teve a oportunidade para ampliar, mas desperdiçou uma penalidade sofrida por Marco Reus - a batida explodiu no travessão. Três minutos mais tarde, o atacante espanhol se redimiu e marcou o segundo tento alemão após receber assistência de Reus.

Nos acréscimos, Bruun Larsen fez boa jogada pela esquerda e cruzou na medida para Marco Reus, que acertou um belo chute de primeira, cruzado, para definir o placar.

Quem também venceu foi o Schalke, que fez 1 a 0 sobre o Lokomotiv Moscou, na Rússia, e chegou aos quatro pontos dentro do grupo D. O Porto soma os mesmos quatro pontos, seguido pelo Galatasaray, que tem três, e os russos, ainda zerados.


O primeiro tempo do time alemão foi bem fraco, sem inspiração e sem criar muitas chances. O Lokomotiv também pouco fez.

Na etapa final, porém, o Schalke melhorou e passou a ter mais volume de jogo, pressionando o rival em seu campo de defesa. A insistência surtiu efeito aos 43 minutos do segundo tempo, quando Konoplyanka cruzou e McKennie marcou de cabeça, decretando o triunfo azul.

Nenhum comentário