Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Draxler dispara críticas contra o técnico do PSG após eliminação na Champions League

O meio-campista alemão Julian Draxler não ficou nada feliz em começar o duelo decisivo do PSG contra o Real Madrid no banco de reservas - ele entrou somente aos 31 minutos do segundo tempo quando o time francês já estava com um jogador a menos (Verratti havia sido expulso) e o placar apontava 1 a 1.

Depois do jogo, não faltaram críticas de Draxler ao técnico Unai Emery. "Foi uma falta de sensibilidade dele, não compreendi bem. Não foi lógico. O nosso gol de empate não mudou nada. Não sei bem o que se passou. Fiquei surpreendido e até um pouco irritado", disse o jogador em declarações à rádio ZDF.


"O Real Madrid jogou tranquilamente e não estava nervoso. Nós tocamos a bola, mas não se pode ganhar só com isso. A gente tinha que pressionar, já que perdemos o jogo de ida por 3 a 1, não ficar fazendo apenas passes e esperar que qualquer coisa caísse do céu. Fomos justamente eliminados. No início da temporada todos diziam que as coisas seriam boas porque gastamos 400 milhões de euros, mas não conseguimos passar das oitavas", finalizou.

Lembrando que Draxler era uma das opções ofensivas do PSG, que precisava vencer em casa para avançar às quartas da Champions, mas o treinador espanhol preferiu escalar a equipe com três volantes - Verratti, Thiago Motta e Rabiot -, deixando o time sem poder de criação. No final das contas, vitória espanhola por 2 a 1 na França e por 5 a 2 no placar agregado.

Um comentário: