Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Adeus, Itália! Adeus, tabu! Alemanha está na semifinal da Euro 2016



Em um duelo digno de Alemanha x Itália, a Mannschaft levou a melhor sobre a Azzurra, eliminou o adversário em uma competição oficial pela primeira vez na história e avançou à semifinal da Euro 2016 após empate por 1 a 1 no tempo normal e prorrogação e vitória nas penalidades. Agora a equipe germânica espera pelo vencedor de França e Islândia - a semi está agendada para quinta-feira que vem, dia 7 de julho, às 16h (de Brasília).

Clique e veja a agenda completa de jogos da Mannschaft

Joachim Löw surpreendeu na escalação e sacou Draxler do time, mesmo com o meio-campista sendo eleito o melhor em campo nas oitavas de final diante da Eslováquia. O treinador preferiu colocar Höwedes em seu lugar, armando um esquema com três zagueiros, o 3-5-2, com Kimmich aberto pela ala direita e Hector pela esquerda.

Em um primeiro tempo tenso e sem grandes emoções, a Alemanha criou apenas duas chances: uma em cabeçada por cima de Mario Gomez e outra em chute mascado de Thomas Müller, defendido por Buffon. Aos 16 minutos, Khedira sentiu uma lesão muscular e saiu para entrada de Schweinsteiger, e o experiente meia chegou a balançar as redes de cabeça, mas a arbitragem anotou falta de Bastian.

Lá atrás, atuação segura do trio de zaga formado por Hummels, Boateng e Höwedes. A Itália teve apenas uma grande oportunidade depois que Giaccherini cruzou na área, a bola passou por todo mundo e sobrou na direita para Sturaro encher o pé, mas Boateng desviou e mandou para escanteio. Manuel Neuer pouco trabalhou.

Os alemães adiantaram a marcação no segundo tempo e pressionaram mais os italianos. Aos 20 minutos, Mario Gomez recebeu na esquerda, deu um passe espetacular para Hector, que cruzou para Özil deixar sua marca, como um típico centroavante, para delírio da torcida germânica em Bordeaux. Na sequência, Gomez recebeu na cara de Buffon e tentou fazer um golaço de calcanhar, dividindo com Chiellini, mas o goleiro da Azzurra fez uma dificílima defesa.

A Itália partiu para cima em busca do empate e conseguiu aos 33 minutos, após pênalti cometido por Boateng - o defensor colocou a mão na bola dentro da área e o juiz não hesitou em assinalar. Na batida, Bonucci colocou no canto de Neuer e deixou tudo igual. Embalada pelo gol, Pelle chegou perto da virada finalizando de fora, mas a bola saiu à direita da meta alemã.

A prorrogação teve um leve domínio da Alemanha, que criou boas chances com Draxler, chutando por cima da meta de Buffon, e depois com Özil, que finalizou fraco e o goleiro italiano pegou. Nas penalidades, Insigne, Barzagli, Giaccherini, Parolo e de Sciglio marcaram para os italianos, Zaza e Pelle chutaram para fora e Neuer pegou as cobranças de Bonucci e Darmian. Pelo lado alemão, Müller parou em Buffon, Özil chutou na trave e Schweinsteiger isolou para fora; Kroos, Draxler, Hummels, Kimmich e Boateng fizeram e Hector anotou o gol derradeiro. Alemanha classificada, 6 a 5.

FICHA TÉCNICA
ALEMANHA 1 (6) x (5) 1 ITÁLIA

Data: 02 de julho de 2016, sábado
Hora: 16h00 (de Brasília)
Loca: Stade Matmut-Atlantique, em Bordeaux (França)
Árbitro: Viktor Kassai (Hungria)
Assistentes: György Ring e Vencel Tóth (ambos da Hungria)
Assistentes adicionais: Tamas Bognar e Adam Farkas (ambos da Hungria)
Cartões amarelos: Sturaro, de Sciglio, Parolo, Pelle, Giaccherini (ITA); Hummels, Schweinsteiger (ALE)

GOLS
Alemanha: Özil aos 20' do 2º tempo
Itália: Bonucci, aos 33' do 2º tempo

ALEMANHA: Neuer, Höwedes, Boateng e Hummels; Kimmich, Khedira (Schweinsteiger), Kroos, Özil e Jonas Hector; Thomas Müller e Mario Gomez (Draxler). Técnico: Joachim Löw

ITÁLIA: Buffon, Barzagli, Bonucci e Chiellini (Zaza); Florenzi (Darmian), Sturaro, Parolo, Giaccherini e de Sciglio; Eder (Insigne) e Pelle. Técnico: Antonio Conte

Veja mais fotos do duelo:













Nenhum comentário