Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Lewandowski é eleito o melhor jogador da última temporada na Alemanha, com 41 gols na Bundesliga

Mais uma conquista para ele! O atacante do Bayern de Munique e da seleção polonesa, Robert Lewandowski, foi eleito pela revista Kicker o melhor futebolista da última temporada do futebol alemão. O jogador foi o principal nome dos bávaros e exerceu um papel fundamental na conquista do título nacional, além de ser também o artilheiro da Bundesliga (Campeonato Alemão) com a incrível marca de 41 gols em apenas 29 jogos.

A quantidade de gols marcados pelo polonês na última temporada se torna ainda mais expressiva por estabelecer um novo recorde, já que agora Lewandowski conseguiu superar a marca do lendário Gerd Muller, que tinha anotado 40 tentos em apenas uma temporada. “Esta contagem me enche de orgulho e, tendo em conta a minha lesão, é definitivamente uma temporada espetacular”, disse Lewandowski. 

Apesar de não terem conseguido repetir o feito da temporada 2019/20, quando venceram  de maneira invicta a Liga dos Campeões e praticamente tudo que disputaram, os bávaros continuaram sendo o rolo compressor de sempre no Campeonato Alemão, simplesmente passando por cima e destroçando os seus adversários. Por conta disso, desde o início da competição o clube já era bem cotado tanto pelos torcedores quanto pelas plataformas de palpites online, como a 22bet Brasil, que oferece os maiores odds do setor, além de apostas combinadas que pagam muito melhor quando são acertadas.

Na lista de votos para eleição do melhor futebolista da última temporada na Alemanha, o polonês arrecadou 356 votos - enquanto seu companheiro de time e segundo colocado, Thomas Muller conseguiu 41 votos e a estrela norueguesa Erling Haaland, do Borussia Dortmund, ocupou a terceira posição, com 38 votos.  Já em relação ao futebol feminino, Nicole Billa, que defende o Hoffenheim, foi quem levou o troféu de melhor jogadora da temporada. 

Apesar do Bayern de Munique ter levado para casa o título da última edição do Campeonato Alemão, o clube acabou perdendo um dos principais responsáveis pelo bom desempenho: o técnico Hansi Flick, que agora ocupa o posto de treinador da seleção alemã. Para substituí-lo, os bávaros contrataram o jovem, mas já experiente, Julian Nagelsmann, que fez ótimas temporadas a frente do RB Leipzig.

Empate na estreia

No retorno da Bundesliga, o Bayern de Munique encontrou o Borussia Mönchengladbach na primeira rodada do torneio, e o resultado não foi o mais agradável para os bávaros. A partida marcou a estreia oficial de Julian Nagelsmann no comando do time, assim como o retorno dos torcedores aos estádios do país. 

O Borussia Mönchengladbach saiu na frente com apenas 10 minutos de jogo, quando Lainer roubou a bola de Davies no meio campo e tocou para Stindl, que conseguiu o bom passe para Alassane Plea. Este estava desmarcado na entrada da área e finalizou, vencendo o goleiro e abrindo o placar. Não demorou muito para os bávaros recobrarem os sentidos e pressionarem o adversário em busca do empate - porém, o goleiro suíço acabou defendendo as finalizações de Sané, Lewandowski e Stanisic.

Mas o Borussia Mönchengladbach conseguiu resistir somente até os 41 minutos da primeira etapa, quando Kimmich bateu o escanteio pela direita, e Lewandowski conseguiu finalizar de primeira, empatando o jogo que alcançou mais um número impressionante. Foi a sétima vez consecutiva que o atacante marcou um gol no primeiro jogo da temporada. 

Já o segundo tempo do jogo foi muito mais cadenciado e equilibrado, mas o goleiro do Borussia Mönchengladbach continuou realizando boas defesas, em finalizações de Davies e Lewandowski logo nos primeiros minutos. Com a entrada de Marcus Thuram no Mönchengladbach, o time melhorou, e o francês colocou o Manuel Neuer para trabalhar logo em sua primeira chance de finalização.  Aos 35 minutos da segunda etapa, Thuram reclamou de um empurrão de Upamecano, porém a revisão do VAR não identificou nenhuma irregularidade no lance, e a penalidade não foi marcada. Dessa forma a partida terminou em 1 a 1. 

Nenhum comentário