Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Há 2 anos, Cristiano Ronaldo recusou dar camisa a Gosens. "Hoje eu não quis", diz o alemão

O mundo dá muitas voltas. E no futebol não é diferente. 

O lateral-esquerdo Robin Gosens, eleito o melhor jogador em campo na vitória da Alemanha sobre Portugal por 4x2, neste sábado, pela Euro 2020, já teve que lidar com a rejeição de Cristiano Ronaldo. 

Na temporada 2018/19, a Atalanta, de Gosens, eliminou a Juventus, de CR7, na Copa da Itália e, no final da partida, o alemão foi até o português e pediu a sua camisa. O duelo aconteceu em janeiro de 2019.

Saiba quem é Gosens, lateral que está brilhando na Atalanta. Ele já tentou jogar no Dortmund

"Após o apito final, fui imediatamente falar com ele, não tinha nem festejado a vitória. Era minha prioridade. No entanto, o Cristiano Ronaldo não aceitou me dar a camisa", disse Gosens em entrevista recente. 

"Perguntei a ele: 'Cristiano, posso ficar com a sua camisa?' Ele nem olhou para minha cara e só disse: 'Não!'. Fiquei totalmente envergonhado. Me senti até pequeno", reforçou o camisa 20 da seleção alemã.

"Sabe aquele momento em que acontece algo embaraçoso e você olha à sua volta para ver se alguém reparou? Então, foi isso que senti e tentei disfarçar. Mas, no final, não importou. Tínhamos acabado de eliminar a Juventus".

Agora, pouco mais de dois anos e meio depois, a Alemanha derrotou Portugal por 4 a 2 na Eurocopa. Robin Gosens teve uma atuação espetacular, marcou um gol, deu uma assistência e foi o MVP da partida. Será que voltou a pedir a camisa a Cristiano Ronaldo?

"Não, hoje eu não quis. Desta vez não lhe pedi a camisa. Queria celebrar a vitória da Alemanha e esta noite inesquecível", disse Gosens ao final do jogo quando questionado por um repórter na entrevista coletiva. 

Tags: Seleção Alemã, Alemanha, Seleção da Alemanha, Euro 2020, Eurocopa, Portugal

Nenhum comentário