Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Ex-companheiro de Fagner e Naldo no Wolfsburg vira varredor de rua em Berlim para sustentar a família

Nem todos os jogadores profissionais de clubes da primeira divisão se dão bem ao término da carreira, com muito dinheiro, empresas, negócios e tudo mais. Existem casos de atletas que não conseguem juntar o suficiente no futebol para ter uma vida boa na aposentadoria dos campos.

Um desses exemplos é o ex-meio-campista Kevin Pannewitz, de apenas 29 anos de idade e que já pendurou as chuteiras. Entre 2012 e 2013, ele defendeu o Wolfsburg na Bundesliga, na mesma época que o time alemão tinha os brasileiros Fagner (lateral) e Naldo (zagueiro).

Pannewitz encerrou a carreira por conta dos muitos problemas em conseguir manter o peso, como ele mesmo disse em entrevista ao Bild. 

Na conversa, ele revelou também que atualmente tenta sustentar a família varrendo ruas da cidade de Berlim. "Trabalho como varredor de rua na capital. Eu ganho 1.100 euros por mês e preciso trabalhar 1200 horas por ano", disse o ex-atleta.

No ano passado, Pannewitz participou de um reality show na rede de TV RTL chamado "Kampf der Realitystars" e conseguiu ganhar o prêmio de 50 mil euros. Mas o dinheiro não foi suficiente para os seus gastos a longo prazo.

Em 2015, Kevin Pannewitz já havia trabalhado na limpeza da cidade, além de também fazer bico como embalador de móveis. Em 2018, ele retornou brevemente ao futebol profissional: fez 23 jogos na terceira divisão pelo Carl Zeiss Jena.

Além de defender Wolfsburg e Carl Zeiss Jena, ele também passou por clubes mais modestos da Alemanha, como Hansa Rostock, Goslarer SC 08, VSG Altglienicke, Oranienburger FC Eintracht, SC Siemensstadt e Amed Berlin.

Nenhum comentário