Ad Home

Últimas

Em mais um jogo fraco e sem criatividade, Alemanha empata com a Suíça pela Liga das Nações

Em mais uma apresentação regular - para não dizer ruim -, a Alemanha ficou no empate por 1 a 1 contra a Suíça, fora de casa, na segunda rodada do grupo 4 da Liga das Nações. É o segundo empate em dois jogos.

Com a igualdade na Baliseia, a Mannschaft soma agora dois pontos, na terceira colocação. A Espanha lidera com quatro, seguida pela Ucrânia, que tem três, em segundo. Os suíços ficam na lanterna com apenas um ponto.

A seleção alemã volta a campo no amistoso diante da Turquia, em 7 de outubro. Três dias depois, a equipe joga novamente pela Liga das Nações, contra a Ucrânia. 

Fora de casa, Joachim Löw escalou o time da seguinte forma: Leno, Ginter, Rüdiger e Süle; Kehrer, Gündogan, Kroos, Draxler e Gosens; Sané e Werner. Depois ainda entraram Brandt, Tah e Can.

A Alemanha começou muito bem a partida, comandando as ações. E conseguiu abrir o placar aos 14 minutos, numa finalização precisa de Gündogan de fora da área, no cantinho do goleiro Sömmer.

Mas, após o gol, os alemães pararam de jogar. A única chegada com mais perigo aconteceu no final da primeira etapa, com Timo Werner. O chute saiu raspando o travessão.

Sané e Draxler tiveram muitas dificuldade na armação de jogadas.

A Suíça incomodou bastante a defesa germânica e exigiu, pelo menos, três boas defesas do goleiro Leno. Quando o arqueiro não pegou, a bola acertou a trave, como em finalização de Seferovic, cara a cara.

Joachim Löw colocou Brandt na vaga de Sané na volta do intervalo e a Mannschaft criou uma excelente oportunidade com Draxler, que chutou raspando a trave.

Mas logo os suíços equilibraram o duelo. E chegaram ao empate: Embolo arrancou pela esquerda e cruzou na área para Widmer acertar um belo chute de primeira, sem chances para Leno.

O jogo ficou bem morno durante toda etapa final. A Alemanha não conseguiu mais criar oportunidade clara de gol, mas a Suíça chegou perto do segundo tento.

O volante Xhaka obrigou Leno a fazer bela defesa em batida de falta e, no fim, quase marcou de cabeça. Ruben Vargas também teve boa oportunidade, finalizando de letra para fora.

6 comentários:

  1. Sem nenhuma lógica tática, acho que o Joaquim, não assistiu aos jogos do Bayern. Já deu pro Joaquim e hora de sair. Triste

    ResponderExcluir
  2. A Alemanha vai ficar na lanterna dessa chave. A vendedora será a Espanha e provavelmente campeã da liga. Joachin Low já está no comando da seleção desde 2006 e já mostra desde 2016 na Eurocopa que o seu tempo já passou.

    ResponderExcluir
  3. Espanha vai ser a vencedora* da chave.

    ResponderExcluir
  4. Com o elenco disponível da p Low fazer coisa melhor ,muito melhor...

    ResponderExcluir
  5. Com certeza tem um ótimo elenco , mas com Low no comando da seleção, terminando em lanterna do grupo não vai ser novidade.

    ResponderExcluir
  6. O tempo do Low já passou é hora do técnico do Leipzig a Alemanha nunca jogou assim afinal é a rainha das copas.

    ResponderExcluir