Ad Home

Últimas

teste de anúncio

RB Leipzig, Hertha e Union vão contra a DFL e planejam iniciar a Bundesliga com público em seus estádios


No começo deste mês de agosto, a DFL (Liga Alemã) anunciou que a temporada 2020/2021 da Bundesliga se iniciaria sem torcedores no estádio, acatando uma recomendação do ministro da saúde do país.

"A DFL sempre insistiu que o combate ao coronavírus tem a maior prioridade. Por isso, respeitamos a decisão do Ministério da Saúde. O retorno à normalidade deve ser um objetivo de todas as áreas da vida e, por isso, a DFL e os clubes vão preparar da melhor maneira possível o regresso dos torcedores aos jogos".

A ideia da entidade é que os jogos sejam liberados para o público a partir de 1º de novembro.

Mas tem clube que não pensa assim. Os dois times da capital, Herth Berlim e Union Berlin, além do RB Leipzig, já planejam ter torcida nos seus respectivos estádios desde o primeiro jogo em casa - lembrando que a Bundesliga começa em 18 de setembro.

O Hertha pretende permitir a entrada de 5.000 espectadores no Estádio Olímpico no primeiro jogo em casa contra o Frankfurt, no dia 25 de setembro. Ingo Schiller, diretor do clube, falou sobre isso: "No momento, estamos assumindo que podemos planejar jogos com 5.000 pessoas até o final do ano".


Isso só é possível graças à Portaria do Senado de Berlim, que, apesar da pandemia do coronavírus, permite eventos de grande escala com até 5.000 pessoas ao ar livre a partir de 1º de setembro.

O Union Berlin também quer torcida em casa. No amistoso que será realizado no dia 5 de setembro, diante do Nuremberg, o clube deve liberar a entrada de 5.000 pessoas no acanhado Estádio An der Alten Försterei.

A estreia do Union em casa na Bundesliga será no dia 19 de setembro, contra o Augsburg. E possivelmente com torcedores presentes.

Já o RB Leipzig também está se mexendo para ter torcida na Red Bull Arena na estreia da equipe em casa diante do Mainz, em 20 de setembro. Dirigentes discutem com governantes a liberação de 20% da capacidade, o que significa 8.400 pessoas.

Clubes das 2ª e 3ª divisões da Alemanha também querem torcedores desde o começo.

O que diz a DFL?

A DFL declarou estar "naturalmente disposta a ter discussões imediatas e vinculativas com as autoridades políticas responsáveis ​​sobre um procedimento de âmbito nacional para o regresso dos torcedores aos estádios".

Nenhum comentário