Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Treinador muda posição de Paulinho e tenta encaixar brasileiro no time do Bayer Leverkusen

Twitter oficial / @paulinhoph7
O jovem Paulinho está completando um ano no futebol europeu, após trocar o Vasco pelo Bayer Leverkusen, com algumas dificuldades de adaptação. O brasileiro tem apenas 15 partidas pela equipe e, quase todas, entrando no segundo tempo. No entanto, a ideia do treinador Peter Bosz é mudar isso completamente nesta próxima temporada. Ele afirmou que o jogador ainda precisa desenvolver alguns aspectos defensivos dentro de campo e, por isso, deve jogar mais recuado taticamente.

Foram gastos cerca de 20 milhões de euros na contratação de Paulinho, algo que gerou polêmica na diretoria do Vasco. O ponta era colocado como uma das melhores promessas que o clube tinha na categoria de base e, por isso, o valor acordado teria sido baixo. Ele deixou o time carioca com apenas 24 partidas, 5 gols e nenhum título conquistado. Números que distanciam o jogador do clube onde foi criado.



Após chegar com estilo no Bayer Leverkusen, Paulinho encontrou algumas dificuldades para se firmar. A diferença entre o futebol alemão, que possui um estilo defensivo mais forte, complicou a vida do brasileiro. Ele até conseguiu fazer alguns bons jogos e poucos gols, mas mesmo assim não convenceu a comissão técnica que merecia uma chance como titular. Porém, o treinador Peter Bosz está longe de desistir do jovem de apenas 19 anos. A ideia é justamente fazer ele evoluir.

Em entrevista no início da pré-temporada, o comandante do Bayer disse que irá promover algumas mudanças no posicionamento tático de Paulinho. Bosz acredita que a posição recuada funciona melhor para o jovem e, ao mesmo tempo, pode evoluir certos aspectos defensivos do jogador. Com pouca idade, seria o momento ideal de fazer dele um atleta polivalente. No amistoso contra o Watford, derrota por 2 a 1, o brasileiro já atuou na nova posição e demonstrou alguma evolução.

Mirando o título

A tentativa que aproveitar melhor Paulinho é um dos principais planos de Peter Bosz para conquistar, pela primeira vez, a Bundesliga. O treinador sabe que não será fácil derrubar os principais favoritos na competição, porém não é algo impossível. As apostas de futebol colocam, mais uma vez, Bayern e Borussia como maiores candidatos. No dia 21 de julho, a equipe da Baviera aparecia com 82% de chance de conquista, deixando os rivais longe do título.



Já o Bayer Leverkusen aparecia entre os quatro times com chances, mas vai precisar aproveitar bem o elenco para se manter na corrida. A última vez que o Bayer ficou perto de conquistar a Bundesliga foi na histórica temporada 2001/2002, quando a equipe foi vice-campeã não apenas no torneio, mas também na Liga dos Campeões e na Copa da Alemanha. Essas três derrotas fizeram o time ser apelidado, naquela temporada, de “Neverkusen”.

Porém, Bosz não liga para esses números do passo e pensa no futuro do time. Paulinho faz parte dos planos e tem uma chance de amadurecer como nunca. A Alemanha é uma das referências no futebol mundial, e isso tem muitos méritos pelo sistema defensivo. O meia brasileiro pode corrigir alguns dos problemas que tem dentro de campo e, no futuro, se transformar em uma peça essencial na Seleção Brasileira.

Nenhum comentário