Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Seleção da 11ª rodada da Bundesliga - Chucrute FC / Alemanha FC

Por Vitor Rawet

Goleiro: Michael Esser (Hannover)

O técnico do Hannover optou por mudar a titularidade do goleiro. E não errou na sua escolha. Esser foi responsável oito defesas dos atacantes do Wolfsburg, sendo seis delas em finalizações de dentro da área. Só conseguiu ser vazado em cobrança de pênalti, que não mudou a vitória de sua equipe.

Zagueiros: Matthias Zimmermann (Fortuna Düsseldorf), Timo Baumgartl (Stuttgart) e Lukas Klostermann (RB Leipzig)

Finalmente o Düsseldorf apresentou uma partida consistente. Contou para isso com uma excelente exibição do lateral-direito Zimmermann. Foram duas assistências do camisa 25.

Há muito que o Stuttgart não contava com uma defesa estável. Mas ao menos contra o Nuremberg isso mudou. Baumgartl foi o principal pilar defensivo dos Crocodilos e ainda marcou o gol que abriu o placar da partida.

Com muita liberdade para atacar em um esquema com três zagueiros, o ala Klostermann foi peça essencial para o esquema ofensivo do Leipzig. Indo à frente com frequência, fez um gol e ainda deu uma assistência.


Meios de campo: Alex Witsel (Borussia Dortmund) e Benito Raman (Fortuna Düsseldorf)

Rodada após rodada, Witsel mostra porque foi a grande contratação da Bundesliga para esta temporada. Contra o Bayern, mais uma vez controlou o meio de campo, sempre sabendo sair das zonas de pressão. Ainda deu assistência para o gol que decidiu a partida.

Raman entrou faltando dez minutos para acabar o jogo e mostrou que tem estrela: fez dois gols na goleada do seu time sobre o Hertha Berlim. Pode ter garantido a sua titularidade com isso.

Pontas: Ihlas Bebou (Hannover) e Marco Reus (Borussia Dortmund)

Na zona do rebaixamento, o Hannover entrou pressionado para o jogo contra o Wolfsburg e viu em Bebou o grande bastião da sua vitória. Atuando como um ponta-de-lança, o togolês deu uma assistência e deixou um gol batendo pênalti.

Depois de um primeiro tempo abaixo da expectativa no Klassiker, o Dortmund foi substancialmente melhor no segundo tempo. E foi assim porque Reus colocou o jogo no bolso. Liderou a equipe mentalmente e tecnicamente, sofrendo um pênalti que ele mesmo cobrou e marcou, além de um outro golaço pegando de voleio um cruzamento.

Atacantes: Yussuf Poulsen (RB Leipzig), Alessane Pléa (Borussia Mönchengladbach) e Luka Jovic (Eintracht Frankfurt)

Em um jogo sensacional, o Leipzig não deu qualquer chance ao Leverkusen. O grande destaque ficou por conta de Poulsen, que fez dois gols e foi dor de cabeça constante para a defesa adversária.

Mesmo com uma campanha excepcional, o jogo não seria fácil pra o Gladbach, já que o adversário era o bom Werder Bremen. Mas Plea tratou de resolver a partida para os Potros, marcando um impressionante hat-trick.

Quem diria que depois de onze rodadas, o artilheiro do campeonato alemão seria Jovic, com nove gols. Pois é isso que está acontecendo. Contra o Schalke, o atacante sérvio deixou a sua marca duas vezes.

Nenhum comentário