Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Ataque resolve no 1º tempo e Alemanha vence fácil a Rússia em jogo amistoso; assista aos gols

Com um time jovem, cheio de vontade e bastante rápido, a Alemanha conquistou uma convincente diante da Rússia nesta quinta-feira, em seu penúltimo jogo do ano. Atuando na Red Bull Arena, na cidade de Leipzig, a Mannschaft aplicou fáceis 3 a 0 sobre os russos na partida amistosa.

A equipe alemã volta a campo na segunda-feira que vem, dia 19 de novembro, para enfrentar a Holanda em sua despedida da Liga das Nações. O duelo será na Veltins Arena, em Gelsenkirchen.


Joachim Löw resolveu mandar a campo um time com média de idade bem baixa, deixando Thomas Müller e Hummels no banco - já Marco Reus foi poupado por conta de dores na perna. O trio de zaga foi formado por Ginter, Süle e Rüdiger, com Kehrer aberto na direita e Jonas Hector fazendo a ala esquerda.

Kimmich atuou mais uma vez como volante, enquanto Kai Havertz foi o homem de criação. Na frente, Sané, Ganbry e Werner infernizaram a zaga da Rússia com muita velocidade.

Logo aos oito minutos, Kehrer deu bom passe para Gnabry, que invadiu a área e só rolou para Sané marcar seu primeiro gol com a camisa da seleção. Na sequência, o mesmo Sané teve duas outras boas oportunidades para marcar, mas não conseguiu.

O primeiro gol:

Aos 25, Kimmich cobrou escanteio, Rüdiger desviou de cabeça e a bola sobrou limpa para Süle dominar e ter tranquilidade para escolher o canto, ampliando o marcador.


O terceiro gol foi de Gnabry, recebendo assistência espetacular do jovem Havertz, que colocou na medida por entre a zaga russa.

Com a vitória praticamente assegurada, a Alemanha tirou o pé do acelerador no segundo tempo e só administrou o triunfo, sem forçar no ataque e deixando a Rússia jogar. O técnico Joachim Löw aproveitou também para fazer uma série de alterações, mexendo na estrutura da equipe.

A primeira chance de perigo dos visitantes saiu dos pés de Ionov, que finalizou à esquerda de Manuel Neuer após passar por Rüdiger. O goleiro germânico trabalhou muito pouco na etapa final, se preocupando apenas com as bolas levantadas na área e lançamentos longos para os atacantes adversários.

Thomas Müller e Brandt entraram no decorrer do duelo e criaram algumas chances de perigo, mas o placar ficou mesmo no 3 a 0.

Escalação da Alemanha: Neuer, Ginter, Süle e Rüdiger (Tah), Kehrer, Kimmich, Havertz (Rudy) e Hector (Schulz); Sané (Goretzka), Gnabry (Müller) e Werner (Brandt)

Confira mais fotos do duelo:












Nenhum comentário