Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Mario Gomez anuncia aposentadoria da seleção alemã, mas se coloca à disposição para Euro 2020

O atacante Mario Gomez, de 33 anos de idade, anunciou neste domingo que não jogará mais pela seleção alemã - no entanto, ele se colocou à disposição do técnico Joachim Löw para atuar na Eurocopa 2020. A revelação foi feita através de um texto postando em sua página oficial do Facebook.

"Para mim, jogar a Copa do Mundo na Rússia foi um sonho que eu precisava realizar. Mesmo com a nossa eliminação lamentável na fase de grupos, isso nos deixou profundamente decepcionados", comentou o centroavante do Stuttgart.


Mario Gomez ainda lembrou que ficou de fora do Mundial de 2014, no Brasil, por conta de uma lesão. "Em toda minha carreira defendi a seleção alemã, mas em 2014 tive que assistir de casa porque estava lesionado. E foi aí que eu percebi como seria uma honra estar num grupo assim em uma Copa".

"Agora chegou o momento de dar espaço para os jovens que estão surgindo e dar a oportunidade para que eles realizarem seus respectivos sonhos, de se provarem, de ter experiências e de alcançar o melhor para a Alemanha", disse Mario Gomez.

"Eu sempre vou ficar ligado à equipe da Alemanha. E agora sou, como todos os alemães, um grande torcedor dessa equipe", avisou.

Por fim, o atacante se colocou à disposição para Euro 2020 e deixou aberto um possível retorno. "Se daqui dois anos o treinador achar que deve me convocar para Eurocopa por algum motivo improvável e eu achar que estou em condições de poder ajudar, naturalmente estarei disponível. Porque o meu amor por este time é inabalável", finalizou.

Confira a postagem:

8 comentários:

  1. nossa mãeee, fará muita falta!!!kkkkkkkk
    Graças a Deus! Pereba, devia é agradecer o grande empresario que teve, porque jogar futebol nunca vi!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gomez era bom até sair do Bayern, depois afundou a carreira em decorrência das lesões. Poderia não ser o jogador mais técnico, mas tinha muita entrega dentro de campo e fazia seus gols. Deixará saudades. Mas na copa ainda preferia o Wagner.

      Excluir
  2. Antes tarde do que nunca! E ainda acha que vão precisar dele na Euro 2020? Esse se acha pouco hein...

    ResponderExcluir
  3. A fase Boa dele foi há alguns anos quando ele jogava no Bayern e era reserva de Klose. Foi um grande erro Joachin louco ter convocado esse camarada e ter deixado de fora Sandro Wagner ou Petersen. A Alemanha a partir de agora vai passar por uma grande tormenta , a exemplo da Itália que desde 2006 vem passando por grandes dificuldades e por ter um treinador teimoso que insiste em convocar jogadores em péssima fase.

    ResponderExcluir
  4. Ele foi reserva de Klose na seleção e já deveria ter saído há anos.

    ResponderExcluir
  5. Minha nossa, vamos concordar que ele não devia ter ido á copa, mas desmerecer a carreira dele não dá, o cara foi artilheiro com o Sttugart e campeão alemão pelo mesmo, foi a maior transferencia do Bayern, fez muito gols, chegando a marcar 4 e dar uma assistencia naqueles 7 x 1 de virada sobre o Basel nas oitavas da UCL, tendo feito 12 gols naquela edição, infelizmente a idade chega e no caso do Mário Gómez chegou, e tanto ele como o Low deveriam ter entendido isso, porém tem muitos outros jogadores que pouco fizeram, Khedira, Gundogan, Boateng e Kimmich.

    ResponderExcluir