Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Sem tríplice coroa! Wolfsburg leva a virada do Lyon e fica com o vice da Champions feminina

E não deu para o Wolfsburg na grande final da Champions League feminina. Na decisão desta quinta-feira, no Valeriy Lobanovskyi Stadium, em Kiev, na Ucrânia, a equipe alemã levou a virada do Lyon na prorrogação e ficou com o vice-campeonato. 4 a 1 para as francesas no placar final, com todos os gols saindo no tempo-extra.


A derrota impediu que os Lobas conquistassem a tríplice coroa na temporada, uma vez que as meninas já garantiram o título da Frauen Bundesliga com duas rodadas de antecedência (tetracampeonato) e também a taça da Copa da Alemanha feminina, vencendo o Bayern na decisão (também tetracampeonato).

Na Liga dos Campeões, o clube alemão tem duas conquistas, em 2013/2014 e 2014/2015. O sonho do tricampeonato europeu foi adiado. O Lyon, por sua vez, conquistou o penta na competição, se transformando no maior campeão da história e ultrapassando o FFC Frankfurt, que tem quatro títulos.

Francesas melhores no duelo

Vencedor das duas últimas edições da competição, o Lyon foi quem criou as melhores oportunidades no decorrer de toda a partida. O Wolfsburg também chegou com algum perigo no seu ataque, mas a zaga francesa se sobressaiu na maioria dos lances.

No primeiro tempo, a goleira Almuth Schult fez uma excelente defesa em cabeçada de Ada Hegerberg, evitando o tento das rivais.

O segundo tempo foi mais truncado. A principal chance saiu em cabeçada de Amandine Henry após batida de escanteio - a bola passou pela goleira Schult e a lateral-esquerda Noelle Maritz salvou em cima da linha.

Nos minutos finais, o Lyon puxou contra-ataque perigoso e a arqueira alemã fez mais uma boa defesa em chute de Hegerberg. Fim de jogo, 0 a 0 e prorrogação.

Prorrogação emocionante

O tempo-extra foi bastante agitado e com gol do Wolfsburg logo aos dois minutos. A goleira Schult armou rápido contra-ataque com Pernille Harder, que avançou da intermediária até a área do Lyon e mandou de perna esquerda para abrir o placar, ainda contando com desvio na zagueira Renard.

Logo depois do gol, as Lobas perderam Alex Popp expulsa. Ela fez falta dura em Cascarino e recebeu o segundo amarelo.

Com uma jogadora a mais, o Lyon virou o jogo em dois minutos. Primeiro com Henry, que soltou a bomba no ângulo para empatar, e no lance seguinte com Le Sommer, aproveitando cruzamento da direita e só empurrando para as redes.

Ainda no primeiro tempo da prorrogação, as francesas anotaram o terceiro com Hegerberg. O Lyon teve muitas chances para ampliar na etapa final e fez o quarto com Camille Abily, decretando a goleada e o título francês.

Campanha das Lobas

Até a final da competição, a equipe alemã fez oito jogos, com seis vitórias e dois empates. Foram 33 gols a favor e apenas sete contra.

Por ter um excelente coeficiente na Europa, o Wolfsburg entrou na competição já na fase de 32 avos de final, onde encarou as meninas do Atlético de Madri, vencendo fora de casa por 3 a 0 e depois confirmando a vaga triunfando em seu estádio por incríveis 12 a 2.

Nas oitavas de final, vitória como visitante contra a Fiorentina por 4 a 0 e, na sequência, empate por 3 a 3 na Alemanha.

O rival das quartas de final foi o Slavia Praga: goleada por 5 a 0 em casa e empate por 1 a 1 no campo do adversário. E na semifinal, as Lobas fizeram 3 a 1 sobre o Chelsea, em Londres, e depois venceram novamente, dessa vez em casa, por 2 a 0, garantindo um lugar na decisão de Kiev contra o Lyon.

Nenhum comentário