Ad Home

Últimas

teste de anúncio

E agora, o relógio do Hamburgo vai parar? Vai zerar? Saiba o que acontece após rebaixamento do time

O Hamburgo viveu, neste sábado, o capítulo mais triste de toda sua história com o rebaixamento à segunda divisão da Bundesliga. O time até venceu o M'gladbach em casa, mas dependia de uma derrota do Wolfsburg contra o Colônia, e os Lobos golearam.

Até então, o HSV é o único clube que disputou todas as edições da primeira divisão da Bundesliga, que foi fundada na temporada 1963/1964.


Tanto que em seu estádio, o Volksparkstadion, a diretoria instalou no ano de 2001 um relógio para marcar o tempo de permanência do clube na elite alemã. Isso, até certo ponto, era uma maneira de se gabar. Mas o tempo parou em 54 anos, 261 dias, 00 horas, 36 minutos e 18 segundos.

Com a queda, o que vai acontecer?

Antes mesmo da confirmação do rebaixamento, muita gente acreditava que o relógio seria desligado ou até mesmo zerado, esperando o retorno do Hamburgo à primeira divisão.  Como não dá mais para marcar o tempo na elite, o clube decidiu manter o relógio ligado contando o tempo desde a sua fundação, que foi em 29 de setembro de 1887.

Hoje isso seria 130 anos, 7 meses, 14 dias e as horas e segundos correspondentes.

Nenhum comentário