Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Bayern atropela o Dortmund no 1º tempo, goleia por 6 a 0 com três de Lewa e fica a uma vitória do título

Com um primeiro tempo perfeito e arrasador, o Bayern de Munique goleou o Borussia Dortmund por 6 a 0 na Allianz Arena e ficou a uma vitória do título da Bundesliga, sem precisar depender de outros resultados. E a conquista pode ser confirmada na próxima rodada, quando o time encara o Augsburg, fora de casa.

O time de Munique soma agora 69 pontos, 17 a mais que o segundo colocado Schalke. O BVB estacionou nos 48 pontos, na terceira posição.


Como um rolo compressor, o Bayern atropelou o Dortmund nos movimentos iniciais e praticamente definiu sua vitória no começo da partida. Aos cinco minutos, Thomas Müller deu assistência para Lewandowski abrir o placar, tocando na saída de Bürki.

Ribéry chegou a deixar sua marca antes dos 10 minutos, mas o árbitro anulou o gol com ajuda do VAR. Aos 14, porém, saiu o segundo: Alaba cruzou rasteiro e James Rodríguez pegou de primeira para ampliar. Na sequência, James deu passe preciso para Müller fazer o terceiro, na cara do goleiro aurinegro.

O massacre teve continuidade pouco antes do intervalo. Aos 44 minutos, Lewandowski anotou o quarto após jogadaça individual de Ribéry e o próprio francês, no minuto seguinte, balançou as redes com um toque de categoria por cima de Bürki depois de assistência de James.

A equipe da casa tirou o pé do acelerador no segundo tempo, enquanto os visitantes melhoraram um pouco. O Dortmund se acertou na defesa e ainda se arriscou em algumas jogadas ofensivas. Na melhor delas, Mario Götze finalizou da entrada da área e acertou a trave de Ulreich.

O Bayern ainda chegou perto de ampliar com Hummels, que errou a cabeçada livre na entrada da pequena área, e depois com Lewa, finalizando para boa defesa de Bürki. Aos 43 minutos não teve jeito e saiu o sexto gol. Kimmich chegou na linha de fundo e rolou para Lewandowski decretar o placar final com um "hat-trick".

Escalações

Bayern de Munique: Ulreich, Rafinha, Boateng, Hummels e Alaba (Kimmich); Martínez, James Rodríguez (Thiago Alcântara) e Thomas Müller; Robben, Ribéry (Rudy) e Lewandowski

Borussia Dortmund: Bürki, Piszczek, Sokratis, Akanji e Schmelzer; Dahoud, Gonzalo Castro (Weigl) e Götze (Sahin); Schürrle, Pulisic (Philipp) e Batshuayi


Nenhum comentário