Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Seleção da 13ª rodada da Bundesliga - Chucrute FC / Alemanha FC

Por Vitor Rawet

Goleiro: Bernd Leno (Bayer Leverkusen)

Fazia tempo que não se via uma partida realmente inspirada de Leno, mas o goleiro da seleção alemã deixou a má fase para trás contra o Frankfurt. Foram 5 defesas ao longo do jogo, sendo três impressionantes.

Zagueiros: Naldo (Schalke 04), Salif Sane (Hannover) e Matthias Ginter (Borussia Mönchengladbach)

Se no início da partida Naldo estava um pouco perdido junto com toda a defesa do Schalke, depois o brasileiro se recuperou com soberania. Venceu todas as 12 dividas que disputou e marcou o gol que selou o empate azul-real no Revierderby.

A defesa do Hannover é um dos pontos fortes da equipe do norte da Alemanha até aqui. Individualmente, o destaque fica por conta de Sane, que contra o Stuttgart fez 5 desarmes e ganhou 17 em 21 divididas.

O que dizer de um zagueiro que faz uma exibição segura defensivamente e ainda vai ataque e marca um gol, tudo isso diante do líder Bayern de Munique? É por isso que Ginter está nesta seleção.


Meios de campo: Yevhen Konoplyanka (Schalke 04) e Nabi Keita (RB Leipzig)

Essencial na reação que garantiu o empate do Schalke no clássico contra o Dortmund, Konoplyanka explorou muito bem os generosos espaços deixados pela defesa adversária para conferir duas assistências.

Quando Keita for para o Liverpool na próxima temporada, certamente o Leipzig vai sentir sua falta. Contra o Bremen, foi decisivo como sempre: dribles, passes importantes e o gol que abriu o placar da partida.

Pontas: Filip Kostic (Hamburgo) e Thorgan Hazard (Borussia Mönchengladbach)

Finalmente Kostic fez o que dele se esperava no Hamburgo. Contra o Hoffenheim, o sérvo tomou conta do lado esquerdo e abusou de boas jogadas e chutes a gol. Em um deles, deixou o seu tento.
Outro que foi bem atuando pelo lado esquerdo foi Hazard. Desequilibrou contra o Bayern de Munique, causando o pênalti que ele mesmo cobrou para abrir o placar para os Potros.

Atacantes: Alfred Finnbogason (Augsburg), Vedad Ibisevic (Hertha Berlim) e Lars Stindl (Borussia Mönchengladbach)

Se aproveitando da vantagem numérica, o Augsburg conseguiu boa vitória sobre o Wolfsburg e contou com a boa atuação de Finnbogason para isso. O islandês participou dos dois gols da equipe, sendo o autor de um deles e dando assistência para outro.

Mesmo diante do lanterna Colônia, o Hertha não fez uma partida brilhante. Mesmo assim, brilhou mais uma vez a estrela de Ibisevic, que fez os dois gols que deram os três pontos ao time da capital.

Rodada após rodada, Stindl mostra a razão pela qual Joachim Löw deve levá-lo para a Rússia. Contra o Bayern de Munique, fez de tudo, auxiliou na marcação, finalizou a gol e deixou os companheiros na boa para marcar. Em uma dessas jogadas, conseguiu bela assistência.

Nenhum comentário