Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Colônia coloca "cláusula de morte" no contrato de Modeste com o futebol chinês

O artilheiro Anthony Modeste deixou o Colônia para jogar no Tianjin Quanjian, da China, mas o atacante francês ainda mantém vínculo com o clube alemão. A princípio, ele foi emprestado por dois anos por um valor de 6 milhões de euros, com uma taxa de compra obrigatória de 29 milhões de euros ao término desse contrato de empréstimo.


E mais do que isso. Segundo informações do diário "Bild", o Colônia colocou uma cláusula, no mínimo, inusitada no contrato de Modeste com o Tianjin: se o jogador morrer ou ficar inválido para a prática do futebol nesses dois anos de empréstimo, o clube da China terá que pagar 35,7 milhões de euros aos Bodes.

Isso além dos 6 milhões de euros já pagos.

De acordo com o gerente de futebol Jörg Schmadtke, "essa foi a negociação mais complicada da sua vida profissional", mas que os chineses não colocaram obstáculos nesses termos curiosos do documento.

Nenhum comentário