Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Seleção da 2ª rodada da Bundesliga - Chucrute FC / Alemanha FC



Goleiro: Koen Casteels (Wolfsburg)

Se o Wolfsburg saiu sem sofrer gols do Colônia, é porque o goleiro dos Lobos esteve muito bem. Com um total de 9 defesas, sendo algumas delas impressionantes, foi considerado por nós o melhor goleiro da rodada.

Zagueiros: Javi Martinez (Bayern de Munique), John Brooks (Hertha Berlin) e Marvin Compper (RB Leipzig)

Não bastasse a boa partida defensiva do zagueiro espanhol, Martinez foi essencial para descomplicar um jogo que estava difícil para a sua equipe. Uma assistência magistral que foi decisiva para a vitória do Bayern.

Brooks foi peça importante no sistema defensivo do Hertha Berlin, tendo 4 roubadas de bola e 81% de aproveitamento de passes. Seguro, raramente cometeu erro e ajudou o seu time a não conceder gols.

Compper esteve impecável na marcação de Aubameyang, sendo o xerife da defesa muito bem arrumada do RB Leipzig.

Meio-campistas: Kevin Kampl (Bayer Leverkusen) e Maximilian Philipp (Freiburg)

O esloveno dos aspirinas foi o motor do seu time na vitória sobre o Hamburgo. Presente em todos os lugares do campo, levava a bola da defesa para o ataque. O primeiro gol começou em jogada genial saindo dos seus pés.

Já Phillip marcou dois gols, sendo um deles um belo tento em chute de fora da área, para virar o jogo e garantir a vitória de sua equipe sobre o Borussia Mönchengladbach.

Pontas: Pablo de Blasis (Mainz) e Genki Haraguchi (Hertha Berlin)

É possível que este tenha sido o melhor primeiro da vida de De Blasis. Dois gols, uma assistência e um inferno para a defesa do Hoffenheim. Não tinha como ficar de fora.

Haraguchi foi mais uma vez o protagonista na vitória do Hertha Berlin. Muito ativo e chamando a responsabilidade para si, foi premiado com duas assistências. Foi o homem do jogo.

Atacantes: Andrej Kramaric (Hoffenheim), Robert Lewandowski (Bayern de Munique) e Joel Pohjanpalo (Bayer Leverkusen)

O Hoffenheim já estava com um jogo praticamente perdido. Isso até Kramaric aparecer. O croata deu três assistências para seus companheiros marcarem e acabou vendo seu time arrancar o empate contra o Mainz.

É verdade que Lewandowski ganhou o prêmio Deivid ao perder um gol sem goleiro embaixo da trave. Mas depois se recuperou e não desperdiçou a chance que teve para abrir o placar na Veltnis Arena. Depois ainda deu uma assistência para sacramentar a vitória do Bayern.

O finlandês do Leverkusen jogou os últimos 15 minutos de jogo, fez três gols e virou o jogo para o seu time. Precisa dizer mais alguma coisa?

Nenhum comentário