Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Ex-goleiro Lehmann discorda da escolha de Neuer como capitão da seleção

Com a aposentadoria de Schweinsteiger da seleção alemã, o técnico Joachim Löw teve que nomear um novo capitão para equipe e escolheu o goleiro Manuel Neuer. A efetivação do camisa 1 como líder dentro de campo agradou aos próprios jogadores da Mannschaft, imprensa e torcedores. Quase todo mundo ficou satisfeito. Só o ex-goleiro Jens Lehmann que discordou um pouco da opção.


E ele explicou os motivos:

"Manuel Neuer, sem dúvida, tem personalidade e caráter suficientes para ser o capitão da equipe. Ele sempre está disponível para os jogos, dificilmente é desfalque no time. No entanto, eu não colocaria um goleiro como capitão", disse Lehmann em conversa com o Bild.

"E os motivos são muito práticos. O capitão de uma equipe precisa ter contato com o árbitro do jogo, falar com ele. Se Neuer precisar falar algo ou discutir com o juiz sobre algum lance, ele está muito longe, lá no gol. Imagina ficar correndo toda hora, a distância é enorme. Isso custa tempo e energia. Quando joguei no Schalke, fui capitão por um tempo, mas logo abandonei o posto. Não funcionava", finalizou o ex-goleiro.

E você, internauta. Concorda com o pensamento de Lehmann?

Lehmann encerrou sua carreira profissional em 2011, no Arsenal, da Inglaterra, depois de ter passado por Schalke, Milan, Borussia Dortmund e Stuttgart. Ele atuou por 10 anos na seleção alemã, entre 1998 e 2008, com 61 partidas realizadas - por muitos anos foi reserva de Oliver Kahn que, curiosamente, também era capitão da equipe germânica.

Nenhum comentário