Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Que sufoco! Alemanha busca empate nos acréscimos e segue viva nas Olimpíadas

Em sua segunda partida nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, disputada na Fonte Nova, em Salvador, a Alemanha buscou um suado e importantíssimo empate por 3 a 3 contra a Coreia do Sul, se mantendo viva na competição. O gol da esperança saiu apenas aos 47 minutos do segundo tempo.

Com dois pontos somados dentro do grupo C das Olimpíadas, os meninos alemães encaram a fraca seleção de Fiji na quarta-feira que vem, no Mineirão, e uma vitória por cinco gols de diferença garante um lugar nas quartas de final do torneio masculino de futebol. Se vencer por menos que isso, depende do resultado de Coreia do Sul x México: os dois têm os mesmos quatro pontos.

O duelo no primeiro tempo foi bastante equilibrado e recheado de boas oportunidades para ambos os times, com um gol para cada lado. A seleção asiática largou na frente do placar com o atacante Hwang, aproveitando desatenção da zaga alemã após cobrança de escanteio; a igualdade saiu aos 33 minutos, quando Gnabry recebeu de Brandt e finalizou com categoria no canto do goleiro Kim.

A Alemanha voltou um pouco melhor no segundo tempo, mas a primeira boa chance foi dos sul-coreanos, que quase marcaram depois que o arqueiro Horn perdeu a bola ao tentar driblar o atacante adversário. A virada da Mannschaft aconteceu aos 10 minutos em um belo gol de Selke, mas a Coreia do Sul voltou a empatar no minuto seguinte, com Son, ex-Hamburgo e Leverkusen.

Os dois times se arriscaram no ataque, tentaram a todo custo buscar o terceiro gol e quem marcou foi a Coreia. Lee passou por Toljan, entrou na área e cruzou para Suk balançar as redes. Mas aos 47 minutos, no apagar das luzes, Gnabry bateu falta da entrada da área, a bola desviou na barreira e enganou o goleiro asiático, decretando a igualdade em Salvador.

A escalação alemã foi essa: Horn, Toljan, Ginter, Süle e Klostermann; S. Bender, L. Bender, Brandt, Meyer e Gnabry; Selke (Petersen). O meia Goretzka, que foi titular na estreia, ficou no banco após sentir uma lesão no tornozelo.

Nenhum comentário