Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Com segundo tempo eletrizante, Schalke e Dortmund ficam no empate ruim para ambos

Tudo igual no superclássico do Vale do Ruhr entre Schalke e Borussia Dortmund, disputado na Veltins Arena, em Gelsenkirchen. O placar de 2 a 2 no Revierderby não foi bom para os arquirrivais, já que os aurinegros ficam agora sete pontos atrás do líder Bayern de Munique, mais distante do título, enquanto os azuis terminam a rodada na sétima colocação, fora da zona de classificação para competições europeias.

O técnico Thomas Tuchel tirou um pouco do brilho do clássico ao deixar alguns de seus principais jogadores no banco de reservas, como Marco Reus, Aubameyang, Mkhitaryan, Gündogan e Piszczek, pensando no jogo de volta das quartas de final Liga Europa diante do Liverpool, na quinta-feira que vem. Já o Schalke estava completo.

Mesmo sem muitos titulares, o Borussia Dortmund causou alguns problemas para a zaga azul-real. O jovem Pulisic era a principal válvula de escape dos visitantes e quase abriu o placar depois de arrancar em velocidade pela direita, entrar livre na área e finalizar raspando a trave de Fährmann. Os donos da casa assustaram com Sané, que soltou a bomba de fora da área na trave, e depois com Junior Caiçara, que finalizou cruzado bem perto da meta de Bürki.

Depois de um primeiro tempo bastante truncado e sem gols, o segundo foi bem mais movimentado, eletrizante e com bolas na rede. Após o intervalo, o BVB voltou com Mkhitaryan na vaga de Hummels e abriu o marcador aos quatro minutos, em um golaço de Kagawa. O japonês tabelou com Leitner na entrada da área e deu um lindo toque de cobertura para vencer o arqueiro do Schalke.

Os aurinegros mal tiveram tempo para comemorar e logo os anfitriões empataram. Aos sete minutos, Caiçara cruzou e Bürki afastou nos pés de Sané, que fuzilou para as redes. Aos 11, Mkhitaryan cobrou falta da direita, a bola desviou em Belhanda, único homem na barreira, e Ginter se aproveitou para recolocar o Dortmund na frente, de cabeça.

Dez minutos mais tarde, o S04 voltou a igualar o duelo. Huntelaar tabelou com Sané e foi derrubado na área por Sokratis. Pênalti marcado e muito bem convertido pelo centroavante holandês, que comemorou bastante. No lance seguinte, Kagawa quase marcou o terceiro do BVB, mas o chute à queima roupa parou no goleiro Fährmann; na sobra, Mkhitaryan finalizou na zaga.

Com Aubameyang e Gündogan em ação na partida, o Dortmund teve a oportunidade de fazer mais um com o próprio gabonês, que ganhou da defesa e parou em intervenção do goleiro rival. Pelos lados do Schalke, Sané e Huntelaar tentavam criar as jogadas ofensivas, mas o sistema defensivo aurinegro segurou o ataque do adversário. Nos acréscimos, Max Meyer recebeu cruzamento de Moting e pegou mal na bola, perdendo a chance de virar o duelo.

Dérbi do Rio Reno

Em outro clássico deste domingo, o Bayer Leverkusen derrotou o Colônia fora de casa e assumiu a quarta posição na tabela, apenas um ponto atrás do terceiro colocado Hertha Berlim. O jovem Brandt e o mexicano Chicharito Hernandez, ambos no primeiro tempo de jogo, marcaram os gols dos Leões no duelo regional do Rio Reno.

Confira os resultados da 29ª rodada:

Sexta, 8 de abril
Hertha Berlim 2 x 2 Hannover

Sábado, 9 de abril
Eintracht Frankfurt 0 x 2 Hoffenheim
Hamburgo 1 x 2 Darmstadt
Ingolstadt 1 x 0 Borussia M'gladbach
Stuttgart 1 x 3 Bayern de Munique
Werder Bremen 1 x 2 Augsburg
Wolfsburg 1 x 1 Mainz

Domingo, 10 de abril
Schalke 2 x 2 Borussia Dortmund
Colônia 0 x 2 Bayer Leverkusen

Nenhum comentário