Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Bayern derrota Benfica com gol relâmpago e leva vantagem mínima para Portugal



Foi bem complicado, mas o Bayern de Munique venceu o Benfica no jogo de ida das quartas de final da Champions League e largou na frente por uma vaga na semi. O sofrido 1 a 0 na Allianz Arena dá a vantagem do empate ao time bávaro na partida de volta - o próximo encontro será no dia 13 de abril, quarta-feira que vem, no estádio da Luz.

Jogando em casa, os alemães pressionaram desde o começo e abriram o placar bem cedo, aos dois minutos de partida. Bernat recebeu na esquerda e cruzou na medida para Vidal cabecear firme no canto do goleiro Ederson. Na sequência, o arqueiro do time português fez uma excelente defesa em finalização de Thomas Müller, de primeira e já dentro da área.

Lá atrás, Manuel Neuer trabalhou pouco na primeira metade do duelo e se preocupou basicamente com os cruzamentos sobre a sua área. Nos minutos finais da etapa inicial, o Benfica ocupou o campo de defesa dos germânicos, mas a zaga bávara formada por Alaba e Kimmich se virou bem para afastar o perigo.

O segundo tempo começou com o Bayern em cima do Benfica, mas os visitantes logo igualaram as ações e passaram a atacar mais, criando boas chances para empatar. Aos 11 minutos, em bobeira de Alaba dentro da área, o brasileiro Jonas ficou cara a cara com Neuer e chutou para difícil defesa do arqueiro. No contra-ataque, Bernat quase ampliou finalizando para fora.

Em outra boa oportunidade dos portugueses, aos 19 minutos, Jonas recebeu cruzamento da direita e chutou em cima de Javi Martínez, já com Neuer batido na jogada; na sobra, Mitroglou pegou de primeira e Thiago Alcântara salvou o Bayern.

A equipe de Munique teve bastante dificuldade de furar o ferrolho português e não conseguia jogar pelo meio. As jogadas pelas pontas com Ribéry, Douglas Costa e depois Coman não foram eficientes, assim como Thomas Müller e Lewandowski, flagrados muitas vezes em impedimento. Em uma das poucas escapadas, Ribéry ganhou da marcação de dois adversários e chutou rasteiro para defesa de Ederson, com o pé esquerdo.

Aos 44 minutos, Lewa recebeu de Vidal, apareceu livre na área, cara a cara com o goleiro adversário, mas rolou forte para Lahm e o Bayern perdeu a chance de marcar o segundo.

Nenhum comentário