Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Bayern perde do Atlético em Madri no jogo de ida da semifinal da Champions


Em mais um passo na busca pelo hexacampeonato da Champions League, o Bayern de Munique visitou o Atlético de Madri na Espanha e perdeu por 1 a 0 no primeiro jogo da semifinal, precisando reverter a desvantagem em casa, na semana que vem, dentro da Allianz Arena. O duelo da volta está marcado para a próxima terça-feira, dia 3 de maio.

Pep Guardiola surpreendeu e escalou o seu time sem Ribéry e Thomas Müller, com Coman, Douglas Costa e Lewandowski formando o trio ofensivo. Xabi Alonso, Thiago Alcântara e Vidal fizeram o meio de campo, com Lahm e Bernat pelas laterais. Sem Boateng, que viajou e não ficou nem no banco de reservas, o miolo de zaga teve Martínez e Alaba.

O jogo

O Bayern teve domínio total da posse de bola no primeiro tempo (71% a 29%), ocupou bastante o seu campo ofensivo, mas as melhores chances foram do Atlético de Madri. E logo aos 11 minutos saiu o primeiro gol dos anfitriões. Saul recebeu na intermediária, fez uma linda jogada individual driblando quase meio time bávaro, invadiu a área e colocou no cantinho de Manuel Neuer.

Depois do tento, os alemães quase empataram em cabeçada de Vidal. E foi só. A equipe espanhola se defendeu com eficiência, conseguiu neutralizar as principais jogadas do time de Munique e ainda assustou em alguns contra-ataques. Em uma das boas oportunidade criadas, Griezmann ganhou de Martínez na velocidade e finalizou para boa defesa de Neuer.

Na volta do intervalo, os visitantes chegaram perto do gol em três lances perigosos. Primeiro com Alaba, que soltou uma bomba de fora e acertou o travessão; depois com Martínez, que cabeceou para intervenção de Oblak; e com Douglas Costa, tentando marcar por cobertura e mandando para fora.

Com as entradas de Ribéry e Müller, o jogo ficou mais aberto e o Bayern quase marcou com Vidal, em chute de fora da área que parou em Oblak. Alaba teve outra chance em disparo de fora. O Atlético também chegou perto de balançar as redes quando Fernando Torres acertou a trave de Neuer: no rebote, Koke finalizou e o goleiro alemão fez a defesa.

Nenhum comentário