Ad Home

Últimas

Vergonha no Schalke! Presidente do clube se afasta do cargo após declaração racista

O Schalke vive um momento conturbado fora dos campos com o afastamento do presidente Clemens Tönnies após o dirigente azul-real protagonizar um caso de racismo durante evento na Alemanha.

Tönnies deu uma declaração racista ao se referir ao aumento de impostos para combater as alterações climáticas: ele sugeriu que o dinheiro investido seria melhor usado para financiar energia elétrica na África para que "os africanos parassem de cortar árvores e fazer bebês durante a noite".


Uma nota oficial divulgada no site do Schalke confirmou que o próprio presidente foi quem pediu para se afastar com a polêmica.

"Alegações de violar a política do clube quanto aos princípios não-discriminatórios foram confirmadas. Clemens violou este dever particularmente importante no seu papel de chefe do conselho. Ele reconheceu a falha e expressou seu arrependimento", disse o texto.

Nenhum comentário