Ad Home

Últimas

Alemanha cai em grupo complicado na Liga das Nações ao lado de Itália e Inglaterra; veja as chaves

 A Uefa sorteou nesta quinta-feira (16) os grupos da temporada 2022/2023 da Liga das Nações, que começa no mês de junho do ano que vem.

A terceira edição da competição é dividida em em quatro divisões, sendo que as três primeiras contam com 16 seleções cada, e a última tem sete equipes. Todos os times se enfrentam em jogos de ida e volta dentro das chaves.

A seleção alemã está na Liga das Nações A e caiu no complicado grupo 3, ao lado de Itália, Inglaterra e Hungria.

A seleção da França é a atual campeã da competição.

Confira as chaves da Liga das Nações A:

Grupo 1: França, Dinamarca, Croácia e Áustria

Grupo 2: Espanha, Portugal, Suíça e República Tcheca

Grupo 3: Itália, Alemanha, Inglaterra e Hungria

Grupo 4: Bélgica, Holanda, Polônia e País de Gales

Apenas o líder de cada grupo avança para as semifinais, fase final que é chamada de Final Four. As semifinais e a final serão em jogos únicos, em junho de 2023.

O último colocado de cada chave cai para a Liga das Nações B, uma espécie de segunda divisão do torneio europeu.

Grupos das outras divisões:

Liga das Nações B

Grupo 1: Ucrânia, Escócia, Irlanda e Armênia

Grupo 2: Islândia, Rússia, Israel e Albânia

Grupo 3: Bósnia, Finlândia, Romênia e Montenegro

Grupo 4: Suécia, Noruega, Sérvia e Eslovênia

Liga das Nações C

Grupo 1: Turquia, Luxemburgo, Lituânia e Ilhas Faroé

Grupo 2: Irlanda do Norte, Grécia, Kosovo, Chipre/Estônia

Grupo 3: Eslováquia, Bielorrússia, Azerbaijão e Cazaquistão/Moldávia

Grupo 4: Bulgária, Macedônia do Norte, Geórgia e Gibraltar

Liga das Nações D

Grupo 1: Liechtenstein, Andorra, Cazaquistão/Moldávia e Letônia

Grupo 2: San Marino, Chipre/Estônia e Malta

4 comentários:

  1. Se fosse alguns meses atrás, eu diria que a Alemanha seria favorita para o rebaixamento (como uma vez em que ela caiu, mas viraram a mesa). Mas agora, acho que só não vai passar da primeira fase.

    Pelo menos não caiu junto com a Espanha, que a Alemanha só tem tomado taca dela.

    ResponderExcluir