Ad Home

Últimas

Anotaram a placa? Alemanha é atropelada pela Espanha, leva meia-dúzia e dá adeus à Liga das Nações

E não deu para seleção alemã na Liga das Nações. Nesta terça-feira, a equipe do técnico Joachim Löw visitou a Espanha na cidade de Sevilha e apanhou feio, muito feio. A goleada por 6 a 0 eliminou a Mannschaft da competição europeia.

Os espanhóis terminaram na primeira colocação do grupo 4 com 11 pontos, enquanto a Alemanha ficou em segundo, com 9, eliminada.

A escalação foi essa: Neuer, Ginter, Süle, Koch e Max; Gündogan, Kroos e Goretzka; Sané, Gnabry e Werner. No segundo tempo entraram Jonathan Tah, Waldschmidt, Henrichs e Neuhaus.

No começo do jogo, Timo Werner recebeu lançamento em profundidade e rolou para Sané, que viu o defensor espanhol chegar antes na bola e afastar o perigo.

E foi só isso que a Mannschaft fez na primeira etapa.

A Espanha tomou conta do duelo e abriu o placar logo aos 17 minutos. Fabian levantou na área e Morata marcou de cabeça.

Os donos da casa chegaram a balançar as redes na sequência, mas o tento foi anulado por impedimento.

Aos 33, porém, saiu o segundo gol. Ferran Torres cabeceou no travessão após batida de falta e Dani Olmo, do RB Lepzig, ampliou.

Cinco minutos mais tarde, Fabian deu mais uma assistência, dessa vez para o gol de Rodri, também de cabeça.

O jogo continuou com a mesma pegada na etapa final. E a Espanha fez o quarto aos 10 minutos. Em rápido contra-ataque, Gaya invadiu a área e deixou Ferran Torres livre para marcar mais um.

Aos 26 minutos do segundo tempo, saiu o quinto tento espanhol. Com a zaga alemã toda bagunçada, Ferran Torres colocou no cantinho de Neuer.

O placar só não foi mais elástico porque Manuel Neuer ainda fez três boas defesas. Aos 44, Oyarzabal lacrou o caixão alemão com o sexto gol.

Em um dos poucos lampejos ofensivos da Alemanha, Gnabry soltou a bomba de fora da área e acertou o travessão. Adeus, Liga das Nações.

5 comentários:

  1. O Low não tem sorte contra a Espanha e foi derrotado em 3 oportunidades: Final da Euro em 2008 por 1 a 0 , semi final da copa de 2010 também por 1 a 0 e agora esse massacre de 6 a 0. O pior é que a DFB mesmo com esse vexame, dificilmente vai dispensar ele do cargo e a Alemanha ainda vai passar vergonha na Euro 2021 pois vai pegar a Espanha de novo e vai ser eliminada da competição pois tá numa chave difícil com Portugal ,França e Espanha.

    ResponderExcluir
  2. Como pode este bom treinador ter se tornado uma porcaria dessas que faz vergonha na copa e agora essa surra, vergonha!!!

    ResponderExcluir
  3. ESSE TECNICO JA DEVERIA TER SIDO DEMITIDO HA 2 ANOS. GOTZE, MULLER, HUMMELS E BOATENG TEM Q VOLTAR PARA ESSE TIME E COMO TITULARES ABSOLUTOS. ESSA GERACAO NOVA Q ELE TA CONVOCANDO E FRACA, JOGA NADA E SE NAO TROUXER OS MEDALHOES DE VOLTA PARA JOGAREM JUNTOS COM OUTROS COMO KROOS E NEUER, A ALEMANHA SERA UM FRACASSO NA EURO E NA COPA DO MUNDO

    ResponderExcluir
  4. O futebol alemão em termos de seleção está morto e sem perspectiva de renascer, depois da conquista de 2014 a seleção entrou em declínio vertiginoso, com direito a eliminação na primeira fase em 2018, com derrotas pra México e Coréia do Sul, campanhas fracas e também eliminações nas primeiras fases da Liga das Nações, algum lampejo de esperança nas eliminatórias da Euro/21, mas contra adversários fracos (Estônia e cia) e dificuldades contra a Holanda (2x4 em casa) e agora o Vexame (com V maiúsculo) dos 6x0 pra Espanha. E o que me faz pensar assim é a passividade na própria Alemanha, ou seja um resultado catastrófico, parece passar desapercebido e tudo permanece normal... Será que os alemães já estão jogando a toalha? Sinto que a seleção alemã está descendo um degrau, onde acima permanecem seus pares anteriores (Brasil, Argentina, ... França, Espanha) e no debaixo, pedindo licença, se encaixando com Uruguai, Dinamarca, Croácia, Colômbia, ... Boas seleções também, mas a Mannschaft merecia coisa melhor! Mas como dizem, é que se tem para o momento... Quem sabe daqui mais uns 2 ou 3 anos, em um novo ciclo, surja uma nova geração vencedora e que reconduza a camiseta branca novamente ao primeiro degrau do futebol mundial, figurando junto a outros gigantes, lugar este, compatível com sua história!

    ResponderExcluir