Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Thomas Müller leva puxão de orelha da diretoria do Bayern após declaração sobre Havertz e salários

O meia-atacante Thomas Müller foi repreendido pela diretoria do Bayern de Munique após uma declaração dada ao final da partida diante do Eintracht Frankfurt, na semifinal da Copa da Alemanha, no meio de semana.


Questionado sobre a possível contratação do jovem Kai Havertz, estrela do Bayer Leverkusen, Müller soltou o verbo.

"Havertz é um dos grandes talentos do futebol europeu e acho natural que o Bayern procure ter os melhores jogadores. No entanto, acho que é um absurdo falar em contratações quando nos cortam salários", disse o jogador à Sky Sports.

Lembrando que os salários no Bayern de Munique foram reduzidos em 40% por conta da pandemia do coronavírus. E o clube bávaro pode gastar 100 milhões de euros no negócio por Havertz.

Neste sábado, depois da vitória do Bayern sobre o Gladbach - e que Müller não atuou por estar suspenso - Hasan Salihamidzic, diretor desportivo do Bayern, comentou a entrevista do atleta e revelou o puxão de orelha.

"Depois do jogo da Copa da Alemanha, Thomas Müller não ficou satisfeito com a exibição da equipe e escolheu o caminho errado com as palavras que teve. Sentamos nós dois para conversar no dia seguinte, disse que o que ele falou não foi correto e ele compreendeu, é um homem bastante inteligente", avisou o dirigente.

Nenhum comentário