Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Jogadores do Hertha polemizam com beijo na comemoração e técnico defende: "As emoções também fazem parte do jogo"

Os primeiros jogos da Bundesliga após a paralisação de mais de 2 meses por conta do surto de coronavírus aconteceram sem maiores problemas.

Jogadores comemoraram seus gols mantendo distância de seus companheiros de time ou com toque de cotovelo, seguindo o protocolo de higiene e segurança indicado pela DFL (Liga Alemã).


Só teve uma exceção que causou uma certa polêmica: Boyata celebrou o gol de Grujic dando um beijo no rosto do atleta, na vitória do Hertha Berlim sobre o Hoffenheim por 3 a 0.

A atitude do zagueiro belga foi bastante discutida por torcedores e imprensa alemã, já que vai contra os pedidos da DFL.

O técnico Bruno Labbadia tratou de defender seus jogadores. "Espero que as pessoas entendam. Evitar celebrar gol é apenas uma indicação. Testamos seis vezes negativo para o coronavírus, a última vez na sexta-feira", disse.

"As emoções também fazem parte do jogo, caso contrário não teríamos necessidade de competir", completou o comandante do clube berlinense.

A Bundesliga avisou também que não vai punir comemorações de gols que desrespeitem o protocolo sanitário de distanciamento social. 

"Para as comemorações, foram dados conselhos, mas não haverão sansões", disse um porta-voz da competição ao Bild

A DFL apresentou um documento de 51 páginas que convenceu as autoridades, as regiões e o governo federal a reatar o futebol, mesmo que sem torcida.

Nesse dossiê, estava especificado que deveriam ser evitados contatos com as mãos para comemorar os gols, aconselhando que se privilegiasse "toques com os cotovelos ou com os pés".

Nenhum comentário