Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Alemanha apaga no 2º tempo, mas marca no fim e vence a Holanda no sufoco fora de casa

A seleção alemã estreou nas Eliminatórias da Euro 2020 neste domingo com vitória suada por 3 a 2 diante da Holanda, na Johan Cruijff Arena, em Amsterdã. Os alemães abriram 2 a 0 no primeiro tempo, mas apagaram no segundo e cederam a igualdade. No fim, Schulz decretou o triunfo germânico.

Clique aqui e confira a agenda de jogos da Alemanha

A próxima duas partidas da Mannschaft serão no começo do mês de junho, contra Belarus (fora de casa) e Estônia (na cidade de Mainz), ambos os duelos também pelo grupo C das Eliminatórias.


Precavido, o técnico Joachim Löw preferiu colocar em campo um time mais defensivo, com apenas Gnabry e Sané como homens de frente. O meio de campo teve Kehrer pela direita, Schulz pela esquerda, Kimmich e Kroos de volantes e Goretzka armando.

Com Neuer no gol, Ginter, Süle e Rüdiger formaram o trio de zaga.

Marco Reus entrou aos 42 minutos da etapa final na vaga de Gnabry e, mesmo jogando pouco, foi decisivo dando assistência para o terceiro gol. Gündogan também entrou na etapa final.


A tática deu certo e a Alemanha fez um grande primeiro tempo. Logo no primeiro minuto, Gnabry chutou forte de dentro da área e exigiu grande defesa de Cillessen.

Aos 15 minutos, Schulz cruzou na área, Leroy Sané se antecipou à marcação, ficou cara a cara com o arqueiro holandês e chutou no cantinho, abrindo o placar.

A Holanda cresceu na partida a partir da metade da etapa inicial e quase empatou em dois lances com o atacante Babel. Manuel Neuer fez duas defesas espetaculares, a segunda com o jogador rival chutando da pequena área.

Aos 34 minutos, Gnabry foi lançado na esquerda em contra-ataque, levou para o meio e chutou colocado no ângulo, um golaço! O terceiro tento alemão quase saiu pouco antes do intervalo com Sané, mas Cillessen fez grande intervenção.


O segundo tempo foi totalmente diferente do primeiro, com domínio absoluto dos anfitriões. A Alemanha não conseguiu jogar, não teve a mesma velocidade da etapa inicial e viu o adversário tomar conta do jogo.

Logo aos três minutos, em lance de escanteio, o zagueiro Matthijs de Ligt subiu mais alto que a zaga germânica e cabeceou no canto, sem chances para Neuer. Aos 18, Memphis Depay pegou sobra de bola na área e finalizou para igualar o marcador, levando os torcedores da Holanda ao delírio em Amsterdã.

O restante do jogo foi de ataque contra defesa. O goleiro holandês mal encostou na bola e a defesa alemã foi bastante exigida pelo ataque dos donos da casa, que rondaram a área a todo momento. Mesmo com a pressão final, o time de Joachim Löw conseguiu segurar o ímpeto da Laranja Mecânica.

Aos 45 minutos, no apagar das luzes, Marco Reus recebeu livre na esquerda e cruzou na medida para o lateral Schulz finalizar de primeira e decretar o grande triunfo como visitante.


2 comentários:

  1. E isso aí os garotos alemães jogaram muito, porque bater a Holanda não é fácil e imagina em casa, joga muito gnabry e sané

    ResponderExcluir