Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Seleção da 9ª rodada da Bundesliga - Chucrute FC / Alemanha FC

Por Vitor Rawet

Goleiro: Alexander Nübel (Schalke 04)

Fahrmann, goleiro de titular do Schalke, é excelente. Mas Nübel mostrou que não está muito atrás. Ele garantiu o 0x0 diante do RB Leipzig após fazer duas defesas difíceis.

Zagueiros: Joshua Kimmich (Bayern de Munique), Georg Margreitter (Nuremberg) e Ermin Bicakcic (Hoffenheim)

Em uma vitória apenas protocolar do Bayern de Munique, Kimmich foi o único jogador a fazer uma partida realmente acima da média. Sempre a válvula de escape pelo lado direito, foi dele a assistência para o primeiro gol da partida.

O Nuremberg vencia o Frankfurt até o último minuto, quando sofreu o gol de empate. O grande pilar defensivo do time da Baviera estava em Margreitter. O zagueiro roubou cinco bolas e bloqueou mais dois chutes.

O Hoffenheim foi raramente ameaçado contra o Stuttgart. Então Bicakcic cumpriu um importante papel na saída de bola. Foram 96% de aproveitamento nos passes e oito lançamentos certos.


Meio de campo: Salomon Kalou (Hertha Berlim) e Kai Havertz (Bayer Leverkusen)

Contra o Dortmund, o Hertha não teve um jogo dos mais fáceis. Sempre teve dificuldade de conter o ímpeto aurinegro mas nunca esteve morto no jogo. Kalou é o jogador que representa essa resistência, já que o marfinense fez os dois gols da sua equipe na partida.

Não é de hoje que Havertz é um jovem muito promissor. Mais ume vez ele foi peça chave para um Leverkusen avassalador diante do Bremen. Organizou o meio de campo e ainda foi premiado com dois gols.

Pontas: Jadon Sancho (Borussia Dortmund) e Joshua Brenet (Hoffenheim)

Se Kalou decidiu para o Hertha, no lado aurinegro o principal protagonista foi Sancho. O jovem jogador mais uma vez abusou de dribles e velocidade e ainda foi artilheiro. Dois gols que poderiam ser três se o belo gol de letra não fosse anulado pelo juiz.

O Hoffenheim venceu com tranquilidade, tendo como um dos grandes responsáveis o desconhecido Brenet. Alternando entre os lados direito e esquerdo, o ala holandês deu uma assistência e ainda deixou o seu gol.

Atacantes: Kevin Volland (Bayer Leverkusen), Wout Weghorst (Wolfsburg) e Ishak Belfodil (Hoffenheim)

Heiko Herrlich decidiu não escalar um centroavante fixo, deixando a mobilidade no ataque por conta de Volland. E ele mais do que deu conta do recado. Auxiliou na construção de jogo dando duas assistências ao seus companheiros e também marcou o seu gol na partida.

Depois de seis jogos sem vitória, o Wolfsburg aprofundou ainda mais a crise do Dusseldorf. O destaque ficou por conta de Weghorst, centroavante que parece ter se adaptado bem aos Lobos. Ele fez um gol de pênalti e ainda deu uma assistência.

Com a perda de Uth, parecia que o Hoffenheim ficaria carente de um bom atacante mas a grande verdade é que opções não faltam. Uma delas é Belfodil, que foi às redes duas vezes contra o Stuttgart, sendo essencial na vitória da sua equipe.

Nenhum comentário