Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Seleção da 23ª rodada da Bundesliga - Chucrute FC / Alemanha FC

Por Vitor Rawet

Goleiro: Roman Bürki (Borussia Dortmund)

Se o Dortmund conseguiu os três pontos sobre o Gladbach, deve quase que exclusivamente ao seu arqueiro. Bürki fez impressionantes 11 defesas ao longo da partida, novo recorde da temporada da Bundesliga.

Zagueiros: Benjamin Pavard (Stuttgart), David Abraham (Eintracht Frankfurt) e Naldo (Schalke 04)

Após a chegada do técnico Korkut ao Stuttgart, a defesa ficou mais sólida. Contra o Augsburg, o destaque ficou por conta de Pavard. O jovem francês não deu qualquer chance ao ataque adversário com com três roubadas de bola e 6 divididas vencidas em 8 disputadas.

O Frankfurt é um com Abraham e outro sem ele. O argentino traz uma qualidade incomum a zaga das Águias. Contra o Leipzig, foi completamente soberano com três chutes bloqueados e dois desarmes. Ainda deu qualidade a saída de bola e completou a exibição de gala com uma assistência.

Recentemente Tite disse à imprensa alemã que Naldo está no radar da seleção canarinho. Não é para menos, já que o brasileiro vem fazendo uma temporada soberana. Mais uma vez foi peça fundamental do Schalke seja pelo alto com sete afastamentos de cabeça ou por baixo com quatro desarmes.


Meios de campo: Benjamin Stambouli (Schalke 04) e Danny Latza (Mainz)

A tarefa para Stambouli contra o Hoffenheim não seria fácil já que ele era o substituto de Max Meyer, que vive boa fase. Mas o francês foi não só um cão de guarda na primeira linha do meio de campo, como também foi importante ofensivamente com passes longos.

Contra o Hertha Berlim, Latza foi um dos organizadores do meio de campo do Mainz. Foram dois passes importantes que deixaram companheiros em boa posição de finalizar. Com a vitória, a sua equipe somou pontos importantes na luta contra o rebaixamento.

Pontas: Leon Bailey (Bayer Leverkusen) e Timothy Chandler (Eintracht Frankfurt)

Outra vez o menino jamaicano está nessa seleção. Além dos dois passes importantes, Bailey coroou sua apresentação se aproveitando do cochilo do brasileiro Douglas Santos roubando a bola dentro da área adversária, driblando o goleiro e abrindo o placar da partida.

É inegável que o melhor lateral-esquerdo do primeiro turno foi Phillip Max, do Augsburg. Porém no returno é Chandler que vem impressionando. Originalmente lateral direito, o americano se adaptou bem ao lado esquerdo. Contra o RB Leipzig, foi bem defensivamente e abusou das subidas ao ataque. Em uma dessas escapadas, marcou um gol.

Atacantes: Arjen Robben (Bayern de Munique), Niclas Fullkrug (Hannover) e Robin Quaison (Mainz)

É verdade que Robben perdeu um pênalti. Mas à exceção deste lance, o holandês foi decisivo nos dois gols bávaros na partida. Deu um cruzamento (de direita!) na cabeça de Sandro Wagner e depois sofreu o pênalti convertido por Lewandowski que garantiu a viória do Bayern.

Contra o Colônia, Fullkrug não deixou a desejar. Além do bonito gol entrando em diagonal na área após confundir  a defesa adversária, o camisa 24 ainda se movimentou bem no ataque e deu três passes importantes.

Em uma rodada de média de gols relativamente baixa, Quaison foi o único que conseguiu ir às redes duas vezes. O sueco garantiu assim a vitória do Mainz sobre o Hertha Berlim.

Nenhum comentário