Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Alemanha busca empate com a França nos acréscimos e iguala marca de 20 anos atrás; veja os gols

A Alemanha queria fechar 2017 invicta e conseguiu. Jogando diante da sua torcida no RheinEnergieStadion, na cidade de Colônia, a Mannschaft buscou o empate por 2 a 2 contra a França com direito a gol marcado aos 48 minutos do segundo tempo e evitou sua primeira e única derrota no ano - no total foram 15 jogos, com 11 vitórias e quatro empates.

Confira os gols da partida mais abaixo na matéria ↓

A última vez que a seleção alemã havia ficado de janeiro a dezembro invicta aconteceu há 20 anos, em 1997, quando fez nove jogos, conquistando sete vitórias e empatando duas vezes.


O próximo compromisso da equipe germânica está marcado para 23 de março de 2018, diante da Espanha, em Düsseldorf. Quatro dias depois, o desafio é contra a seleção brasileira, na capital Berlim.

Clique aqui e confira a agenda de jogos da seleção alemã

Joachim Löw sempre deixou claro que usa os jogos amistosos para fazer testes e experiências na equipe. Até por isso colocou Kimmich no banco de reservas e escalou Emre Can pela lateral-direita, com Plattenhardt na esquerda e Hummels e Süle formando o miolo de zaga. O meio teve Khedira, Kroos, Gündogan e Özil, com Draxler mais aberto e Timo Werner na referência.

Apostando na velocidade dos seus homens de frente, a França foi bastante superior no primeiro tempo. Mbappé, Martial e Lacazette infernizaram a defesa alemã com lances de habilidade e criaram algumas oportunidades perigosas, principalmente em jogadas de contra-ataque.

O goleiro Kevin Trapp, titular no duelo, fez duas excelentes defesas em finalização de Lacazette, de fora, e depois em chute de Mbappé, já na área. Aos 34 minutos, o arqueiro do PSG não conseguiu evitar o gol francês: Martial deu um lindo drible em Süle e só rolou para Lacazette tocar para o gol vazio.

A melhor chance dos alemães saiu somente aos 40 minutos, quando Draxler roubou a bola na intermediária ofensiva e rolou na área para Timo Werner, que chutou fraco nas mãos do goleiro Mandanda.

Mais ligada na etapa final, a Alemanha quase empatou logo aos sete minutos, mas Rüdiger - que entrou na vaga de Hummels - perdeu uma chance incrível, mandando para fora. Quatro minutos mais tarde, Özil puxou contra-golpe e deu uma assistência magistral para Werner, que saiu livre na cara do gol e tocou por entre as pernas do goleiro rival para igualar o marcador.

No lance seguinte ao gol alemão, Martial soltou a bomba de longe e Trapp fez uma difícil defesa no cantinho. Aos 24 minutos, Toni Kroos bateu falta da meia esquerda e a bola explodiu no travessão. Quando os donos da casa estavam melhores, saiu o segundo tento francês, de novo com Lacazette - ele recebeu de Mbappé, ficou livre na área e tocou por baixo de Trapp.

Löw tentou evitar a derrota em casa colocando Mario Götze, Stindl e Sandro Wagner na partida e a igualdade saiu no apagar da luzes, aos 48 minutos. Götze recebeu de Özil e deu um tapa de primeira para Stindl, que ficou livre na área e chutou no canto para balançar as redes e decretar o empate suado.

Escalações:

ALEMANHA: Trapp, Emre Can (Stindl), Hummels (Rüdiger), Süle e Plattenhardt; Khedira (Rudy), Kroos, Gündogan (Götze), Özil e Draxler; Timo Werner (Sandro Wagner). Técnico: Joachim Löw

FRANÇA: Mandanda, Jallet (Pavard), Varane, Umtiti e Digne (Kurzawa); Rabiot, Tolisso e Matuidi (N'Zonzi); Mbappé, Martial e Lacazette (Griezmann). Técnico: Didier Deschamps

Confira os gols do jogo:

Lacazette, 0x1

Werner, 1x1

Lacazette, 1x2

Stindl, 2 a 2

Veja mais fotos do duelo:










Um comentário:

  1. Permitam-me 3 comentários breves:
    1- Parábens, o site está cada vez melhor!
    2- O Özil joga muito, e
    3- O Göetze está "meio gordinho", mas mantém a trivial categoria! E mais um pitaco para finalizar: Tomara que o Löew recupere para a Copa o Reus (seria interessante...). abs à todos!

    ResponderExcluir