Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Alemanha busca empate suado com o México na estreia das Olimpíadas

Em uma estreia bastante difícil nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, na Arena Fonte Nova, na Bahia, a seleção alemã enfrentou o México e buscou o empate por 2 a 2 depois de ficar duas vezes atrás do marcador. O duelo, disputado debaixo de chuva, foi válido pelo grupo C da competição. 


No próximo domingo, dia 7 de agosto, a Mannschaft encara a Coreia do Sul de novo em Salvador, e encerra sua participação na fase de grupos no dia 10, diante de Fiji, no Mineirão.

Convocado para os Jogos Olímpicos como atleta acima dos 23 anos, o atacante Nils Petersen, do Freiburg, iniciou o duelo apenas como opção no banco de reservas. A escalação que o técnico Horst Hrubesch mandou a campo foi essa: Horn, Toljan, Ginter, Süle e Klostermann; Sven Bender, Lars Bender; Brandt, Goretzka (Gnarby) e Meyer; Selke.

Atuais campeões olímpicos, os mexicanos tiveram domínio do jogo no primeiro tempo, criando mais oportunidades e exigindo bastante da defesa alemã. O goleiro Timo Horn teve que fazer, pelo menos, duas boas defesas, enquanto o ataque germânico pouco produziu. Ainda na etapa inicial, o camisa 10 Goretzka sentiu uma lesão e teve que deixar o gramado.

No segundo tempo, o México seguiu melhor que a Alemanha e abriu o placar aos sete minutos, com Oribe Peralta, subindo mais que a zaga alemã e marcando de cabeça. Aos 14, Gnarby recebeu belo lançamento de Süle, saiu cara a cara com o goleiro Talavera e deixou tudo igual no placar, mas o time norte-americano voltou a ficar em vantagem dois minutos mais tarde, quando Pizarro aproveitou rebote do travessão para balançar as redes.

Em busca de mais um gol, a Alemanha se abriu e deixou o México em boas condições para armar contra-ataques perigosos, com chances de fazer o terceiro. Mas ainda assim saiu o empate, aos 34 minutos, em cabeçada precisa do zagueiro Ginter. E ficou nisso.


Nenhum comentário