Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Seleção da 2ª rodada da Euro 2016 - Chucrute FC / Alemanha FC



Goleiro: Robert Almer (Áustria)

Nem Nani, nem Cristiano Ronaldo foram capazes de abrir o placar contra a meta do goleiro austríaco. Almer, que hoje defende o FK Austria Wien, ajudou muito a sua seleção à sair no empate contra Portugal realizando um total de 6 defesas, algumas delas, muito importantes.

Zagueiros: Jérôme Boateng (Alemanha) e Gareth McAuley (Irlanda do Norte)

Em uma partida com direito à chuva de granizo, Gareth McAuley, o zagueirão da Irlanda do Norte, não só marcou o gol que abriu o placar e que deu a vitória ao seu país, mas fez um excelente trabalho defensivamente. No total, foram três chutes bloqueados, uma interceptação, um desarme e quatro duelos vencidos de seis.

Considerado por muitos o melhor jogador alemão em campo no empate contra a Polônia, Boateng, apesar de não ter marcado um gol como o zagueiro norte-irlandês, fez bonito e garantiu que nem Milik e nem o perigoso Lewandowski ameaçassem o gol alemão (que por sinal está sempre muito bem protegido). Boateng bloqueou um chute, realizou duas interceptações, desarmou os poloneses 3 vezes e venceu quatro duelos de seis.

Lateral esquerdo: Ivan Strinić (Croácia)

Esse cara literalmente fechou o portão na lateral esquerda da defesa croata. Strinić, que atualmente joga pelo Napoli, fez um excelente trabalho defensivo e fez três interceptações, seis desarmes e venceu 90% das disputas de bola!

Lateral direito: Thomas Meunier (Bélgica)

O belga, atualmente vestindo a camisa do Club Brugge, foi muito bem na partida contra a Irlanda e não só realizou muito bem sua função defensiva, mas ocasionalmente ajudava no ataque. E não à toa, foi responsável pela bela assistência ao segundo gol marcado por Alex Witsel, que só precisou cabecear e mandar pro fundo das redes.

Meio de campo: Ivan Rakitić (Croácia) e Marek Hamšík (Eslováquia)

Na vitória da Eslováquia sobre a Rússia, Hamšík despontou e desequilibrou, e sem dúvidas foi disparado o melhor jogador em campo. Além de marcar um gol e dar uma assistência, teve uma noite inspirada e chegou a armar jogadas e criar ótimas chances para seus companheiros.

Apesar de seu país não ter saído vencedor da partida contra a República Tcheca, Rakitić foi essencial pra Croácia que jogou muito bem e até merecia a vitoria pelo futebol apresentado. Nesse jogo, Rakitić marcou um gol, deu cinco passes decisivos e teve sucesso em 80% dos seus dribles.

Ponta esquerda: Dimitri Payet (França)

Pela segunda semana consecutiva, aqui está ele novamente na nossa seleção da rodada. Há quem diga inclusive que Payet é, até então, o principal jogador dessa UEFA Euro 2016. Na partida contra a Albânia ele não só marcou o dele aos 95’, mas também foi o responsável por 6 passes importantes que geraram uma ótima chance ao ataque francês.

Ponta direita: Nolito (Espanha)

Nolito fez uma excelente partida, marcando um gol e dando uma assistência. Sem dúvidas foi muito importante na vitória de 3-0 sobre a Turquia. Nolito criou 4 chances muito boas e junto com Iniesta jogando pela ponta (diferente da nossa seleção, Nolito jogou pela ponta esquerda na partida) deu muito trabalho pro lateral turco Gokhan Gonul e o zagueiro Mehmet Topal.

Ataque: Romelu Lukaku (Bélgica) e Alvaro Morata (Espanha)

Nessa partida contra a Irlanda, Lukaku teve uma taxa de conversão de chutes em gol de 100%. O belga que em toda partida chutou apenas duas vezes ao gol de Darren Randolph, marcou um gol em cada uma das chances. Já Morata, apesar de não possuir uma taxa de conversão perfeita, também marcou dois gols e até desempenhou um papel ofensivo muito mais perigoso à defesa da seleção turca.

Nenhum comentário