Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Abuso de criança e suicídio: os detalhes sórdidos da morte de ex-técnico do Leverkusen



Na última semana, o futebol alemão ficou de luto com a morte de Sascha Lewandowski, ex-técnico de Bayer Leverkusen e Union Berlin - ele foi encontrado já sem vida no banheiro da sua residência, na cidade de Bochum, no oeste da Alemanha. E eis que surgem alguns detalhes sórdidos sobre a tragédia.

De acordo com o diário Bild, Lewandowski foi pego pela polícia supostamente abusando de um menor de 12 anos de idade, de origem romena. "Eu estava na janela com meu primo e vimos um carro estacionando em frente de casa. Então saiu um homem e um menino desse veículo, e os dois foram para o meio dos arbustos. Eles demoraram muito tempo para voltar, então chamamos a polícia", disse uma testemunha à publicação.

A polícia confirmou a versão, que aconteceu perto de Dortmund, e explicou que Sascha Lewandowski e o garoto fizeram exames e prestaram depoimento, mas foram liberados na sequência. Cinco dias depois do ocorrido, o treinador foi encontrado morto em casa.

Ainda segundo o Bild, foi encontrada uma carta de despedida, pedindo desculpas e demonstrando remorso, dizendo que não poderia mais viver com essa culpa na sua vida. Com isso, a hipótese de suicídio é a mais provável. Sascha Lewandowski tinha 44 anos de idade e estava sem clube.

Nenhum comentário