Ad Home

Últimas

teste de anúncio

Schalke para em Victor e apanha do Atlético-MG nos EUA

Em seu segundo e último jogo pela Florida Cup, torneio amistoso que está sendo realizado nos Estados Unidos, o Schalke não foi páreo para o Atlético-MG e perdeu por 3 a 0. Assim, a participação do clube alemão na competição termina com uma vitória (2 a 0 sobre o Fort Lauderdale Strikers) e uma derrota.


Antes da partida, o experiente meio-campista Lincoln foi homenageado pelos dois clubes. O atleta foi revelado na base do Atlético, onde se profissionalizou em 1997, e teve boa passagem pelo Schalke entre 2004 e 2007. Ele também atuou pelo Kaiserslautern, de 2001 a 2004.

Com a bola rolando, o Galo saiu na frente logo aos oito minutos de partida, em gol de cabeça do zagueiro Leonardo Silva após cobrança de escanteio. Na sequência, os alemães quase empataram com o lateral brasileiro Junior Caiçara, que acertou a trave depois de rebote do goleiro Victor em cabeçada de Moting.

Em vantagem no marcador, a equipe brasileira se fechou e passou a apostar nos perigosos contra-ataques puxados por Giovanni Augusto e Thiago Ribeiro. Com mais posse de bola e volume de jogo, o Schalke teve a chance de empatar com Meyer, mas a cabeçada saiu raspando a trave.

No segundo tempo, os Azuis-Reais promoveram a entrada de Sané, que começou o duelo na reserva. E a partida seguiu igual, com os azuis mantendo a bola na maior parte do tempo e propondo o jogo, mas sem oferecer muito perigo à zaga rival, e o Atlético contra-atacando.

Aos 33, o árbitro marcou toque de mão de Edcarlos dentro da área, apesar de a bola ter batido na barriga do defensor. Na cobrança do pênalti inexistente, Geis chutou no canto e Victor defendeu. No lance seguinte, Hyuri foi lançado em profundidade, ganhou da defesa adversária e a bola sobrou para Patric, que tocou por cima de Fährmann para anotar o segundo.

O Galo decretou o triunfo um minuto depois, em um golaço de Lucas Cândido. O jovem acertou uma bomba de fora da área no ângulo do goleiro germânico. E a festa da torcida brasileira foi completa no Lockhart Stadium, em Fort Lauderdale, com direito a gritos de "olé" até o apito final.


Nenhum comentário