Nada de gols no amistoso entre Alemanha e Itália, o que não acontecia há 20 anos

Nada de gols no amistoso entre as tetracampeãs mundiais Itália e Alemanha, realizado na cidade de Milão, no jogo que encerrou a participação das duas seleções no ano de 2016. Não acontecia um 0 a 0 em um dos maiores clássicos europeus desde junho de 1996, na fase de grupos da Eurocopa disputada na Inglaterra, há mais de 20 anos.

O próximo jogo da Mannschaft é apenas no dia 22 de março de 2017, em Dortmund, no amistoso contra a Inglaterra. Quatro dias depois, a equipe encara o Azerbaijão, fora de casa, em mais uma rodada das eliminatórias para Copa do Mundo de 2018.

Clique e veja a agenda completa de jogos da Mannschaft

Como era de se esperar, o técnico Joachim Löw usou a partida para fazer experiências, testar jogadores e também uma formação tática diferente. O time entrou em campo no esquema com três zagueiros, sendo que Thomas Müller foi o homem de referência na área, municiado por Gündogan e Goretzka. O jovem lateral Gerhardt fez sua estreia.

A Itália, por sua vez, também teve uma equipe bastante jovem e sem alguns titulares.

A Alemanha teve um pouco mais de posse de bola na primeira etapa, procurando bastante o campo de ataque. Goretzka e Gündogan foram os responsáveis pelas principais jogadas ofensivas, todas terminando em finalizações fáceis para o experiente Buffon. Os italianos também incomodaram bastante o miolo de zaga formado por Mustafi, Höwedes e Hummels, e Leno também trabalhou em lances sem dificuldades.

A principal chance saiu nos pés de Goretzka, que recebeu lançamento e profundida de Gündogan e viu Buffon sair nos seus pés para evitar o tento germânico.

No segundo tempo, os donos da casa adiantaram sua marcação e dificultou a saída de bola alemã. Os primeiros minutos foram dominados pelos italianos, mas sem criarem oportunidades claras. Na primeira investida da seleção visitante na etapa final, aos 18 minutos, Kimmich cruzou e Volland balançou as redes - o gol, no entanto, foi anulado por impedimento.

O goleiro Leno apareceu muito bem aos 25 minutos, quando Immobile puxou contra-ataque e cruzou para Bernardeschi finalizar nas mãos do arqueiro alemão. Na sequência, Immobile recebeu na área, limpou para o meio e chutou para fora, à esquerda de Leno. A Itália quase chegou ao gol da vitória com Belotti, que acertou a trave na reta final de jogo.

FICHA TÉCNICA
ITÁLIA 0 x 0 ALEMANHA

Data: 15 de novembro de 2016, terça-feira
Hora: 17h45 (de Brasília)
Local: Giuseppe Meazza, em Milão (Itália)
Árbitro: Artur Soares Dias (Portugal)
Assistentes: Rui Licino Tavares e Paulo Santos Soares (ambos de Portugal)
Cartões amarelos: Tah, Gündogan (ALE)

Itália: Buffon (Donnarumma), Rugani, Bonucci e Romagnoli (Astori); Zappacosta, De Rossi, Parolo e Darmian; Immobile (Zaza), Belotti (Sansone) e Eder (Bernardeschi). Técnico: Giampiero Ventura

Alemanha: Leno, Höwedes, Mustafi e Hummels (Tah); Rudy, Weigl (Götze), Goretzka (Gnabry), Kimmich, Gündogan e Gerhardt; Thomas Müller (Volland). Técnico: Joachim Löw
    Comente a matéria
    Comente pelo Facebook

0 comentários :

Postar um comentário