Ad Home

Últimas

Nome de Thomas Müller ganha força na seleção alemã que vai às Olimpíadas de Tóquio 2020

Fora dos planos da seleção alemã principal, o meia-atacante Thomas Müller, do Bayern de Munique, pode pintar na Mannschaft que vai disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio, a partir de 24 de julho deste ano.

Lembrando que a competição permite que sejam convocados três jogadores acima dos 23 anos de idade, e Müller está com 30.

E MAIS: Kevin Volland tem chances reais de jogar as Olimpíadas de Tóquio pela seleção alemã

Nos Jogos do Rio 2016, os gêmeos Lars Bender e Sven Bender e o atacante Nils Petersen foram os atletas "veteranos" na equipe.

Segundo informações da revista Kicker, o técnico Stefan Kuntz tem em mente a possibilidade de chamar Müller para Tóquio 2020 e ter um campeão do mundo com experiência no elenco.

"Estou negociando e conversando com alguns jogadores. Não posso falar e não participarei de especulações. O fato é que usei os últimos dias para muitas discussões com clubes. Faltam alguns meses para os Jogos", disse o comandante.

Kuntz precisa informar todos os jogadores alemães que podem ser convocados à Agência Mundial Antidoping (WADA) até quarta-feira, dia 15 de janeiro. A expectativa é que Müller esteja nesse lista.

Além do meia-atacante do Bayern, outros nomes estão sendo cogitados: Kevin Volland, Kramer, Ginter, Davie Selke, Arnold, Maximilian Eggestein e Sandro Wagner.


E Thomas Müller falou sobre isso ao Sport1: "Nos próximos cinco meses pretendo ajudar o Bayern. Minha esposa quer ir para Tóquio 2020, mais ainda está muito longe. Entretanto, seria um sonho para mim, uma coisa bem legal", comentou o atleta.

Vale destacar que Lisa Müller, mulher do jogador do Bayern, tem chances de estar na equipe de hipismo alemã dos Jogos Olímpicos de Tóquio, na competição de adestramento.

A presença de Müller nos Jogos de Tóquio passa pelo Bayern de Munique, já que não há obrigação de liberação por parte do clube, como acontece em Copa do Mundo ou Eurocopa. Caso o Bayern aceite, o atleta perderia boa parte da pré-temporada de 2020/2021.

Com 100 jogos disputados pela seleção alemã principal, Müller foi avisado que não fazia mais partes dos planos de Joachim Löw em março do ano passado. Seu último jogo pela Mannschaft foi em novembro de 2018, no empate por 2 a 2 contra a Holanda.

Nenhum comentário