Ad Home

Últimas

Löw faz testes, escala Alemanha recheada de reservas e perde do Brasil em Berlim

Com uma equipe bastante modificada e sem muitas das sua principais estrelas, a Alemanha recebeu o Brasil no Estádio Olímpico de Berlim e perdeu por 1 a 0, gol anotado por Gabriel Jesus ainda no primeiro tempo. Esse foi o último amistoso da seleção alemã antes da pré-convocação para Copa do Mundo da Rússia, que acontece no dia 15 de maio.

A equipe volta a campo no dia 2 de junho, contra a Áustria, já na preparação final para o Mundial.


O time alemão entrou em campo com apenas três jogadores considerados titulares absolutos: Boateng, Kimmich e Kroos. Após o duelo contra a Espanha, na sexta-feira passada, o técnico Joachim Löw deu folga para Özil e Müller, além de deixar Timo Werner, Jonas Hector, Hummels e Khedira no banco de reservas diante dos brasileiros. Tudo isso visando observar alguns atletas para preencher as vagas que faltam para Copa.

Pelo lado do Brasil, a principal ausência foi Neymar. O outros jogadores que Tite escalou foram os titulares.

Gol de Jesus

A etapa inicial foi de poucas chances para os donos da casa. A jogada aérea foi a principal arma germânica, sempre acionando Mario Gomez no comando de ataque. No lance de mais perigo da Alemanha, Plattenhardt levantou na área e Kimmich apareceu na segunda trave para cabecear com perigo, para fora.

Com menos posse de bola, o Brasil marcou com Gabriel Jesus, aos 37 minutos - Willian cruzou na medida e o atacante brasileiro, sem marcação na pequena área, cabeceou para abrir o placar. Alguns minutos antes, o mesmo Gabriel Jesus já havia perdido uma chance claríssima, ficando cara a cara com Trapp e finalizando por cima.

Sem criatividade

Brasil começou o segundo tempo melhor e chegou perto do segundo gol com Willian, que finalizou em cima de Rüdiger, e depois com Paulinho, parando em defesaça de Trapp. Da entrada da área, Philippe Coutinho também levou perigo chutando por cima; e Gabriel Jesus, de cabeça, quase ampliou após saída errada de Trapp em batida de escanteio.

As entradas de Brandt, Stindl e Sandro Wagner deixaram a Alemanha um pouco mais lúcida no jogo, ocupando mais o seu campo de ataque. Mas, ainda assim, com pouca criatividade. Em dois cruzamentos perigosos, Wagner assustou a defesa brasileira. Nos acréscimos, Draxler acertou uma bomba da entrada da área e Alisson defendeu no alto.

FICHA TÉCNICA
ALEMANHA 0 x 1 BRASIL

Data: 27 de março de 2018, terça-feira
Local: Estádio Olímpico, em Berlim (ALE)
Horário: 15h45 (de Brasília)
Público: 72.717 pessoas
Árbitro: Jonas Eriksson (SUE)
Assistentes: Mathias Klasenius (SUE) e Daniel Warnmark (SUE)

GOL
BRA: Gabriel Jesus, aos 37 do 1º tempo

ALEMANHA: Trapp; Kimmich, Rüdiger, Boateng (Süle) e Plattenhardt; Kroos, Gündogan (Timo Werner) e Goretzka (Brandt); Draxler, Sané (Stindl) e Mario Gomez (Sandro Wagner). Técnico: Joachim Löw

BRASIL: Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Fernandinho, Paulinho, Willian e Philippe Coutinho (Douglas Costa); Gabriel Jesus. Técnico: Tite

9 comentários:

  1. Enquanto Tite medroso colocou o time titular num amistoso como se fosse final d copa do mundo a Alemanha preferiu testar o banco de reservas,o que se viu foi que Trapp e Gómez não tem condições de integrar o elnco que vai à copa,Draxler será um bom reserva para o Reus e só,Goretzka muito apagado,Wagner não teve tempo para convencer,o lateral esquerdo em melhor fase na Alemanha não foi convocado,veremos nessas últimas semanas

    ResponderExcluir
  2. Reus dificilmente jogará a copa do mundo devido as contusões . O ruim desse jogo mesmo sendo amistoso, foi a perda da invencibilidade da Alemanha para o Brasil pela terceira vez na história . A Alemanha em 1981 perdeu uma invencibilidade de mais de 20 jogos para o Brasil numa goleada de 4 a 1. Depois em 1998 outra sequência de vitórias interrompidas pelo Brasil numa derrota por 2 a 1 e agora outra sequência de vitórias mais uma vez interrompida pelo Brasil nessa vitória de 1 a 0. De qualquer forma a Alemanha mostrou muita solidez e mesmo sem alguns titulares apresentou um excelente potencial . O centroavante tem que ser Timo Werner e Platenhardt é muito superior à Jonas Hector.

    ResponderExcluir
  3. Bem feito pra Alemanha não interessa se estava com time reserva ou nao . Perdeu e pronto nao tem mimimi . Independente se é amistoso ... tenho certeza que durante a copa o brasil vai fazer o mesmo ! alias ainda falta um membro no time e logico vai haver alterações

    ResponderExcluir
  4. O nível técnico dessa copa será muito parelho e Brasil, Alemanha ,França e Espanha serão as prováveis finalistas da copa do mundo .

    ResponderExcluir
  5. O time do Brasil e Mt fraco só venceu devido a Alemanha jogar com os reservas.

    ResponderExcluir
  6. Treinador tinha que ter vergonha de escalar o Brasil com time titular para encarar a Alemanha com reservas.

    ResponderExcluir
  7. àlvaro Villa Campo28 de março de 2018 10:54

    Vi a entrevista de Toni Kross e concordo em gênero, número e grau com ele, apesar da Alemanha estar com o time reserva, não atuou bem,não gostei de Sané, e Gündogan não esteve bem, o time esteve apático e podia render muito mais, mesmo sem os titulares, alguns jogadores sentiram o peso da partida e não jogaram o que sabem, entretanto sabemos que a Alemanha fará ótima campanha na copa, mas como disse Kross é preciso ligar o sinal de alerta e jogar com mais seriedade, mesmo em partidas amistosas, o que vale são as experiências, mas o resultado também da tranquilidade a equipe.

    ResponderExcluir
  8. Amistoso é amistoso, em Março de 2010 a Alemanha mandava a campo os novatos Muller e Kroos, e neste dia perdeu de 1x0 pra Argentina, meses depois enfiou 4 na mesma nas quartas de finais, Alemanha jogou mal e perdeu de pouco, mas enquanto o Low conheceu o esquema tatico do Tite perfeitamente, o Tite conheceu a Alemanha?Não, e comemorou em ter tirado o Kroos do jogo por ele ser o coração, com ele sozinho, Khedira,Muller e Ozil com Kroos é outra coisa, quero muito que a Alemanha passe em segundo no grupo pra pegar o Brasil, e ai sim o Tite vai conhecer a seleção alemã.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lembro deste jogo em 2010 e também do amistoso pôs copa em agosto de 2014 Alemanha 2 x 4 argentina,tomará que peguemos o Brasil novamente

      Excluir