Thomas Tuchel está na corda bamba e deve deixar o Borussia Dortmund




Terceiro colocado na Bundesliga, finalista da Copa da Alemanha e campanha digna na Champions League, chegando até as quartas de final. O Borussia Dortmund não faz uma temporada tão ruim - e que pode terminar até com o título da DFB Pokal -, mas a situação do técnico Thomas Tuchel à frente do time é quase insustentável.

Até por isso, o comandante está na corda bamba e deve deixar o clube na próxima temporada.

Tuchel entrou em rota de colisão com o diretor-executivo Hans-Joachim Watzke e também com o presidente Reinhard Rauball, que pretendem liberar o técnico no meio do ano. Todos os grandes sites alemães confirmam essa informação, como Bild, Kicker, Ruhr Nachrichten e WAZ.

Recentemente, Watzke fez críticas públicas sobre os últimos resultados obtidos pelo treinador, que ficou furioso com a cobrança na imprensa. A eliminação precoce na Liga dos Campeões, perdendo dois jogos do Monaco nas quartas, foi a gota d'água para que a relação seguisse inabalada.

Além disso, Thomas Tuchel não tem mais a confiança do elenco.


O fato de jogar contra o Monaco 24 horas depois do atentado a bomba que o ônibus do BVB sofreu irritou o treinador, que soltou o verbo contra a Uefa, já que seus jogadores estariam abalados e não teriam condições de entrar em campo. Watzke, no entanto, rebateu as declarações de Tuchel ao dizer que em nenhum momento ele comunicou a diretoria do clube de que o elenco não estava capaz de entrar em campo.

Ao que tudo indica, a direção aurinegra já está mexendo os pauzinhos para contratar um novo técnico para temporada 2017/2018. Quem poderia chegar?
    Comente a matéria
    Comente pelo Facebook

0 comentários :

Postar um comentário