Seleção da 26ª rodada da Bundesliga - Chucrute FC / Alemanha FC

Por Vitor Rawet



Goleiro: Yann Sommer (Borussia Mönchengladbach)

Se os potros arrancaram um pontinho no empate sem gols contra o Eintracht Frankfurt, o responsável direto por isso é Sommer. O suiço fez três defesas impressionantes e completou a exibição de gala defendendo um pênalti.

Zagueiros: Willi Orban (RB Leipzig), Jerome Boateng (Bayern de Munique) e Niklas Süle (Hoffenheim)

No reencontro dos touros com a vitória, cabe destacar Orban. Não cometeu qualquer erro defensivo e ainda marcou o seu gol em cabeçada indefensável para o goleiro do Darmstadt.
Completamente recuperado de lesão, Boateng mostrou porquê é considerado para muitos o melhor zagueiro do mundo. Soberano na zaga, 93% de aproveitamento em passes e uma assistência magistral que deixou o seu companheiro na cara do gol.

Süle já está vendido para o Bayern de Munique e na partida contra o Hertha Berlim deu mostras de porque os bávaros foram buscar a sua contratação. Não bastasse a boa exibição defensiva, marcou um golaço em belo chute de fora da área.

Meio de campo: Thomas Delaney (Werder Bremen) e Thiago Alcântara (Bayern de Munique)

Ele não é um jogador que costuma aparecer, mas nessa rodada Delaney só não fez chover na goleada do Bremen sobre o Freiburg. Foram três gols. Uma tarde que certamente o dinamarquês não vai esquecer tão cedo.

Há quem diga que Thiago é o melhor jogador da Bundesliga até aqui. E não é para menos. O hispano-brasileiro está sempre em todos os lugares do campo, auxilia na saída de bola, da passes magistrais e ainda aparece para finalizar. Nessa rodada foi um pouco de tudo isso: um gol e uma assistência.

Pontas: Andrej Kramaric (Hoffenheim), Emil Forsberg (RB Leipzig) 

O jogo não era fácil já que o adversário o Hertha Berlin fora de casa. Mas o Hoffenheim soube se impor no jogo e fez isso principalmente através de Kramaric. O croata armou as principais jogadas do time e foi premiado com dois gols.

E Forsberg está de volta à seleção da rodada. Depois de uma pequena má fase do RB Leipzig, o sueco voltou a comandar as principais ações dos Touros, marcando um gol e ainda conferindo uma assistência.

Atacantes: Robert Lewandowski (Bayern de Munique), Mario Gomez (Wolfsburg) e Max Kruse (Werder Bremen)

Já é chover no molhado lembrar que Lewa faz gols em todo jogo. Mas dessa vez o polonês ainda foi além. Fez um hat-trick e ainda deu duas assistências. Precisa dizer mais alguma coisa?

Outro que foi as redes três vezes foi o eterno mito Mario Gomez. O que impressiona ainda mais é que o hat-trick saiu num espaço de tempo de apenas 7 minutos, o suficiente para virar o jogo em que seu time perdia por 2x0. Pena para ele que depois disso o Leverkusen ainda conseguiu o empate.

Contra o ex-time, Kruse foi decisivo. Começou o jogo com a corda toda marcando um belo gol de fora da área e ainda deu uma assistência ao longo da partida.

    Comente a matéria
    Comente pelo Facebook

0 comentários :

Postar um comentário