CR7 decide, Bayern leva virada do Real em casa e sonho do hexa fica mais distante

O sonho do hexa na Liga dos Campeões da Europa ficou mais distante do Bayern de Munique. Nesta quarta-feira, mesmo jogando na Allianz Arena, o time alemão perdeu do atual campeão Real Madrid por 2 a 1 e se complicou na briga por vaga na semifinal. A missão agora é tentar vencer por dois gols de diferença na Espanha, na semana que vem.

Os indícios de que seria um dia ruim para os Bávaros começou com a ausência confirmada de Robert Lewandowski horas antes do duelo - ele não se recuperou de dores no ombro. O centroavante polonês se juntou a Hummels como baixa para a partida decisiva.

Em um primeiro tempo sem grandes oportunidades, o Bayern conseguiu balançar as redes com Vidal, aproveitando batida de escanteio de Thiago Alcântara, aos 25 minutos. Foi uma bomba de cabeça, sem chances para o goleiro Navas.

O volante chileno poderia ter ampliado o marcador ainda antes do intervalo, mas desperdiçou um pênalti, chutando para fora - pênalti que não existiu, diga-se, já que a bola bateu no peito de Carvajal em chute de Ribéry.

Na primeira metade, o Real Madrid chegou perto de marcar em dois lances. No primeiro, Benzema cabeceou firme e Manuel Neuer buscou a bola no ângulo, espalmando para o travessão. Depois, Cristiano Ronaldo recebeu na meia lua da grande área, ajeitou e bateu no canto, mas Neuer estava ligado e mandou para fora.

O segundo tempo começou com o time espanhol em cima dos anfitriões. E logo aos três minutos saiu o empate. Carvajal cruzou da direita e Cristiano Ronaldo pegou de primeira, da marca do pênalti, para igualar o placar. Na sequência, Gareth Bale apareceu livre na área e obrigou Neuer a fazer uma excelente defesa em cabeçada à queima roupa.

Aos 15 minutos, Javi Martínez fez falta em CR7 e, como já tinha o cartão amarelo, levou o vermelho. Com um jogador a menos, o Bayern viu o Real ter bem mais posse de bola e volume de jogo, assustando no ataque. Manuel Neuer teve que trabalhar duas vezes seguidas em finalizações perigosas de Benzema e Asensio.

Neuer brilhou aos 29 minutos ao fazer uma defesa espetacular e de puro reflexo em chute de Cristiano Ronaldo da entrada da pequena área. No lance seguinte, porém, não deu para o camisa 1 alemão. Asensio cruzou, Cristiano se antecipou à marcação de Bernat e colocou por entre as pernas de Neuer, virando o jogo.

O Bayern não teve forças para buscar o ataque mesmo com a entrada de Douglas Costa e ainda se segurou como pôde na defesa, que era bombardeada pelo Real. O lateral Marcelo quase fez o terceiro após finalizar rente à trave. Nos acréscimos, Sergio Ramos marcou de cabeça, mas estava impedido e o tento foi anulado.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 comentários :

  1. Muito simples de analisar o jogo, dois lances foram fundamentais para a derrota alemã: O pênalti perdido pelo senhor Arturo Vidal e a expulsão da herança espanhola deixada pelo embusteiro Guardiola chamado Javier Martinez!!! Bola totalmente fora da diretoria do Bayern em manter em seu elenco jogadores do tipo : Javier Martinez, Xabi Alonso, Bernat que para mim são jogadores para Oviedo, Málaga, Espanyol ou outros menos votados do futebol espanhol!!

    ResponderExcluir
  2. Jogar com xabi Alonso como titular não dá!! Ele tira o Alonso e coloca o merda do bernat tendo o kimmich no banco,fica difícil!! Müller não jogou bem tbm. Neuer foi o melhor do Bayern!

    ResponderExcluir